Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018





Tabela do frete foi decisão tomada no calor da paralisação, diz Guardia



09 de Junho de 2018 - 07:37           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta sexta-feira (8) que a mudança na tabela de frete foi uma decisão tomada no calor da paralisação dos caminhoneiros e que talvez essa não seja a melhor solução para a sociedade e para o setor.

"A tabela está em discussão e é importante que seja discutida. Foi uma solução apresentada em um momento de crise, uma negociação difícil e complexa. Agora está se chegando à conclusão de que talvez não seja a melhor solução para os caminhoneiros e para a sociedade como um todo", afirmou durante entrevista ao apresentador José Luiz Datena, na rádio Bandeirantes. 

Nesta quinta (7), na tentativa de agradar ao agronegócio e aos caminhoneiros, a nova tabela mínima do frete havia sido aprovada com uma redução média de 20% do preço em relação à tabela anterior, negociada durante a greve.

Horas depois, entretanto, o presidente Michel Temer recuou novamente e, a pedido dos caminhoneiros, revogou a adoção da nova tabela mínima. 

Nova reunião acontece nesta sexta.

CNI RECORRE

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) afirmou nesta sexta-feira que vai ingressar nos próximos dias com uma ação direta de inconstitucionalidade contra o estabelecimento de preços mínimos de frete para transporte rodoviário de carga.

A ação da CNI, em fase final de elaboração, questionará a Medida Provisória 832, que estabeleceu preços mínimos obrigatórios para os fretes praticados no país.

Na véspera, o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, anunciou que o governo decidiu suspender a nova tabela de frete do transporte rodoviário e que vai rediscutir os valores, horas depois do governo chegar a publicar uma lista com valores reduzidos. A revogação da tabela ocorreu após pressão de associações de caminhoneiros que se manifestaram contra os valores determinados.

Na quinta-feira, duas empresas do Rio Grande do Norte conseguiram na Justiça liminares para suspender os efeitos do tabelamento, em uma decisão em que o juiz federal Orlando Rocha classificou de "evidente intervenção" do governo federal na economia, ao impor regulamentação ao setor de transporte rodoviário de cargas, em ofensa à Constituição.

Segundo a CNI, a MP que fixa preço mínimo para os fretes é inconstitucional porque "por desrespeita a livre iniciativa, a concorrência e os contratos firmados, caracterizando intervenção indevida do Estado na economia".

"Os consumidores sentirão no bolso os efeitos da medida, pois ela inevitavelmente levará ao aumento geral de preços, em função da alta dependência rodoviária do país", afirmou a CNI.

A Associação Paulista de Supermercados (Apas) afirmou que, com a nova tabela de frete, os preços nos supermercados "serão fortemente impactados".

"Como o setor supermercadista é o último elo da cadeia de abastecimento da população, a Apas alerta que, apesar dos esforços dos supermercados em sempre buscar alternativas para oferecer melhores produtos e serviços aos consumidores, com a conjuntura apresentada será impossível segurar o repasse de preços", diz nota da entidade.











Plantão

.
21/10/2018 - 19:21   PRF apreende peças de helicóptero contrabandeadas do do Paraguai
21/10/2018 - 19:14   Renata Kuerten desistiu da barriga trincada: ´quero um corpinho violão´
21/10/2018 - 19:11   ‘Tuzin’ morre após colidir motocicleta em rotatória
21/10/2018 - 19:10   Ao menos 7 órgãos abrem amanhã inscrições para mais de 100 vagas
21/10/2018 - 19:09   Morador de assentamento é encontrado morto e suspeita é latrocínio
21/10/2018 - 19:09   Para fechar STF basta ´um soldado e um cabo´, diz filho de Bolsonaro
21/10/2018 - 19:07   Homem tenta fugir, mas acaba preso com 392 quilos de maconha
21/10/2018 - 15:31   Conselho de Ética abre inscrições para eleição de representantes
21/10/2018 - 12:48   Sabrina Sato coloca fim a mistério e revela nome pra lá de diferente da filha
21/10/2018 - 11:19   Pecuarista é autuado por desmatamento de vegetação nativa
21/10/2018 - 10:49   Acidentes com vítimas caem 18% até agosto, revela DPVAT
21/10/2018 - 10:46   Caminhonete invade pista e mata casal em motocicleta
21/10/2018 - 10:20   Pagamento do 13º salário injeta R$ 211,2 bilhões na economia
21/10/2018 - 10:09   Celulares erram de novo e antecipam horário de verão neste domingo
21/10/2018 - 10:00   Baterias de celulares vindas do PY são apreendidas
21/10/2018 - 09:53   Anvisa aprova três novos tratamentos contra o câncer
21/10/2018 - 09:51   Vai ao Plenário projeto que regulamenta controle de pragas urbanas
21/10/2018 - 09:50   Intenção de consumo das famílias recua 0,3% em outubro, diz CNC
21/10/2018 - 09:48   GM prende homem que urinou em frente ao portão do Corpo de Bombeiros em Dourados
21/10/2018 - 09:46   Cartões do Enem serão liberados nesta segunda-feira
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!