Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 19 de Junho de 2018





Tabela do frete foi decisão tomada no calor da paralisação, diz Guardia



09 de Junho de 2018 - 07:37           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta sexta-feira (8) que a mudança na tabela de frete foi uma decisão tomada no calor da paralisação dos caminhoneiros e que talvez essa não seja a melhor solução para a sociedade e para o setor.

"A tabela está em discussão e é importante que seja discutida. Foi uma solução apresentada em um momento de crise, uma negociação difícil e complexa. Agora está se chegando à conclusão de que talvez não seja a melhor solução para os caminhoneiros e para a sociedade como um todo", afirmou durante entrevista ao apresentador José Luiz Datena, na rádio Bandeirantes. 

Nesta quinta (7), na tentativa de agradar ao agronegócio e aos caminhoneiros, a nova tabela mínima do frete havia sido aprovada com uma redução média de 20% do preço em relação à tabela anterior, negociada durante a greve.

Horas depois, entretanto, o presidente Michel Temer recuou novamente e, a pedido dos caminhoneiros, revogou a adoção da nova tabela mínima. 

Nova reunião acontece nesta sexta.

CNI RECORRE

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) afirmou nesta sexta-feira que vai ingressar nos próximos dias com uma ação direta de inconstitucionalidade contra o estabelecimento de preços mínimos de frete para transporte rodoviário de carga.

A ação da CNI, em fase final de elaboração, questionará a Medida Provisória 832, que estabeleceu preços mínimos obrigatórios para os fretes praticados no país.

Na véspera, o ministro dos Transportes, Valter Casimiro, anunciou que o governo decidiu suspender a nova tabela de frete do transporte rodoviário e que vai rediscutir os valores, horas depois do governo chegar a publicar uma lista com valores reduzidos. A revogação da tabela ocorreu após pressão de associações de caminhoneiros que se manifestaram contra os valores determinados.

Na quinta-feira, duas empresas do Rio Grande do Norte conseguiram na Justiça liminares para suspender os efeitos do tabelamento, em uma decisão em que o juiz federal Orlando Rocha classificou de "evidente intervenção" do governo federal na economia, ao impor regulamentação ao setor de transporte rodoviário de cargas, em ofensa à Constituição.

Segundo a CNI, a MP que fixa preço mínimo para os fretes é inconstitucional porque "por desrespeita a livre iniciativa, a concorrência e os contratos firmados, caracterizando intervenção indevida do Estado na economia".

"Os consumidores sentirão no bolso os efeitos da medida, pois ela inevitavelmente levará ao aumento geral de preços, em função da alta dependência rodoviária do país", afirmou a CNI.

A Associação Paulista de Supermercados (Apas) afirmou que, com a nova tabela de frete, os preços nos supermercados "serão fortemente impactados".

"Como o setor supermercadista é o último elo da cadeia de abastecimento da população, a Apas alerta que, apesar dos esforços dos supermercados em sempre buscar alternativas para oferecer melhores produtos e serviços aos consumidores, com a conjuntura apresentada será impossível segurar o repasse de preços", diz nota da entidade.











Plantão

.
19/06/2018 - 16:59   MS está em alerta após caso de poliomielite ser detectado na Venezuela
19/06/2018 - 14:50   Cadastro para atuar como Mesário Voluntário está aberto
19/06/2018 - 14:40   Bombeiros são acionados para combater incêndio na Linha do Potreirito
19/06/2018 - 14:38   Pecuarista é morto a tiros em cidade paraguaia ao lado de Paranhos
19/06/2018 - 14:30   ProUni oferece 174 mil vagas; inscrições começam dia 26
19/06/2018 - 14:27   Após matar homem perto de delegacia, pistoleiros foram perseguidos até Paraguai
19/06/2018 - 14:20   Senegal aproveita bobeiras da Polônia e vence em Moscou
19/06/2018 - 14:16   Dois jogos abrem rodada da Série B nesta terça
19/06/2018 - 14:15   STF começa julgamento de ação penal contra Gleisi e Paulo Bernardo
19/06/2018 - 13:24   Sem atingir meta, municipio de Itaporã prorroga vacinação contra a gripe até o dia 22
19/06/2018 - 10:10   Confira os projetos que estão sendo aprovados na Câmara de Itaporã
19/06/2018 - 09:40   Jessica Ellen faz ensaio nu e celebra ´iniciar novos ciclos´
19/06/2018 - 09:30   Inscrições para 500 vagas na Polícia Federal começam nesta terça
19/06/2018 - 09:20   Veículos roubados em São Paulo são recuperados em MS
19/06/2018 - 09:00   Solto pela justiça, casal volta a ser preso por assassinato de deficiente
19/06/2018 - 08:50   Copa do Mundo tem hoje últimas estreias e o início da 2ª rodada
19/06/2018 - 08:40   Dourados e Ponta Porã recebem amanhã partidas remarcadas do sub-17
19/06/2018 - 08:30   Copom inicia nesta terça-feira reunião para definir nova taxa Selic
19/06/2018 - 08:20   Ex-ministro Eliezer Batista, pai de Eike Batista, morre aos 94 anos no Rio
19/06/2018 - 08:10   Editora UEMS recebe a partir do dia 25 obras para publicação
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!