Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017





Suspeito de matar ex com 6 tiros é preso depois de tentar usar nome falso
Estava foragido há 11 meses do semiaberto


13 de Novembro de 2017 - 16:21           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Suspeito do feminicídio de Shirley Martins Pereira, de 29 anos, na madrugada do último dia 2, Odemir Severo Pinto, de 24 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (13), no Bairro Santo Eugênio, em Campo Grande. O possível autor está foragido há 11 meses do regime semiaberto e usou nome falso para tentar se livrar da abordagem policial.

De acordo com informações Gecam (Grupamento Especializado com o Apoio de Motocicletas), responsável pela prisão, após denúncia anônima, policiais localizaram Odemir em frente a uma residência na Avenida Santo Eugênio. Ao notar a presença dos militares, o suspeito entrou para dentro da casa.

Durante abordagem, Odemir apresentou nome falso à equipe da Gecam. Tentativa que foi descoberta em seguida. Com ele, foram encontrados uma motocicleta e um celular com registro de roubo.

O suspeito tem diversas passagens pela polícia, entre elas, registro de violência doméstica registrado por Shirley em 2015.

Odemir foi autuado em flagrante pela receptação da moto e será encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), que já havia expedido mandado de prisão preventiva contra ele. À polícia, testemunhas disseram ter visto o suspeito na casa de Shirley horas antes do feminicídio.

O suspeito negou o crime e afirmou saber, na verdade, quem seria o autor.

O crime

Shirley Martins Pereira foi morta por volta das 2h30 do dia 2 de novembro, no Bairro Santo Eugênio, em Campo Grande. De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima de 29 anos, foi atingida por seis tiros.

A mulher estaria na casa de uma amiga quando uma pessoa, possivelmente um homem, chegou ao local e fez os disparos. Foi acionado o socorro, mas a vítima morreu no local.

Midiamax












Plantão

.
18/11/2017 - 12:25   PM flagra viajante do tempo que alerta para invasão alienígena em MS
18/11/2017 - 11:47   Assembleia Marina critica revogação da prisão de deputados do RJ
18/11/2017 - 11:42   Governo anuncia liberação de R$ 7,5 bilhões para gastos dos ministérios
18/11/2017 - 11:40   Em 2018, Mundial de surfe terá etapa em piscina de ondas de Kelly Slater
18/11/2017 - 11:32   Governo federal descontingencia R$ 7,5 bilhões do Orçamento
18/11/2017 - 11:29   Pagamento do PIS movimenta R$ 14 milhões no Estado
18/11/2017 - 11:27   Corpo de homem é encontrado carbonizado dentro de carro
18/11/2017 - 10:59   Exército mata dois e fere suspeito perto de instalação militar no Rio
18/11/2017 - 10:42   Tênis Melo e Kubot se classificam para decisão do ATP Finals
18/11/2017 - 10:38   Projeto escolar de Campo Grande ensina igualdade das diferenças
18/11/2017 - 10:15   Homem é morto com tiro na cabeça e polícia investiga o caso
18/11/2017 - 10:00   Aniversariante: Hoje os parabéns vai para a princesinha Silveni Nonato
18/11/2017 - 09:40   Corinthians quer tratar renovação de Danilo na próxima semana
18/11/2017 - 09:07   Com bebê no colo, adolescente é vítima de tentativa de estupro
18/11/2017 - 08:58   Tráfico Dois são presos com mala contendo 12 kg de maconha
18/11/2017 - 08:45   Everson Barros era foragido e foi preso no bairro Santo Eugênio
18/11/2017 - 08:19   Justiça marca audiência sobre morte e estupro de Kauan
18/11/2017 - 07:20   Odilon fecha as portas para aliança com outros partidos na sucessão
18/11/2017 - 07:00   Indignada com acidente da filha moradora de Itaporã promove abaixo-assinado
17/11/2017 - 15:05   Governo tenta liberação de R$ 30 milhões da União para custeio da Santa Casa
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!