Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sábado, 19 de Janeiro de 2019





Soja transgênica modernizou a economia brasileira



11 de Junho de 2018 - 16:44           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Um grupo de cientistas descobriu que a soja geneticamente modificada ajudou a modernizar a economia brasileira. De acordo com Jacopo Ponticelli, professor associado de finanças da Kellogg School, Bruno Caprettini, da Universidade de Zurique, e Paula Bustos, do Centro de Estudos Monetários e Financeiros da Espanha, o crescimento econômico do Brasil na última década se deve, principalmente, a soja. 

A principal motivação para a realização do estudo foi o fato dos agricultores abandonarem suas plantações para irem trabalhar no setor industrial, o que acaba gerando um crescimento econômico. Ponticelli afirma que o movimento começou após a legalização de uma semente transgênica resistente à herbicidas, o que propiciou uma diminuição da mão de obra rural, já que os produtores não necessitavam mais remover as pragas, mas sim matá-las, um processo bem menos trabalhoso e demorado.

"Se pensarmos que o setor manufatureiro desempenha um papel fundamental para o crescimento econômico no longo prazo - porque a maioria das patentes, a pesquisa e desenvolvimento, a inovação acontece lá -, então novas tecnologias agrícolas não são más notícias, necessariamente", comenta.

De acordo com o relatório da pesquisa, esse papel fundamental descrito por Ponticelli ocorre de duas maneiras diferentes. Na primeira, a tecnologia facilita a liberação dos trabalhadores rurais de suas funções agrárias para buscar emprego na indústria, permitindo que esse setor cresça com isso. Já a segunda acontece quando os produtores donos das terras acabaram, por consequência, aplicando mais dinheiro no banco, o que permitiu que as instituições financiassem mais empresas de manufatura e serviços porque os centros urbanos conseguiram obter acesso mais barato ao crédito.











Plantão

.
19/01/2019 - 09:47   Hoje é dia de churrasco no Restaurante e Choperia Rei dos Espetos
19/01/2019 - 09:17   Jovem comete suicídio após escrever bilhete e trocar mensagens com a namorada
19/01/2019 - 09:15   Campanha vai orientar pescadores sobre proibição da pesca ao Dourado em MS
19/01/2019 - 09:12   A dessalinização da água do mar pode acabar com a sede
19/01/2019 - 09:08   Resumo de Novelas: Ondina provoca Sampaio, expondo seu amor por Valentina
19/01/2019 - 08:42   WhatsApp limita compartilhamento de mensagens para até 5 pessoas
19/01/2019 - 08:34   Novidades Netflix: Serial killers, genocídios e zumbis estão nos originais da semana
19/01/2019 - 08:31   Previdência: reforma chega ao Congresso em meados de fevereiro
19/01/2019 - 08:30   Funcionária de peixaria é importunada sexualmente e homem é preso em flagrante
19/01/2019 - 08:25   Homem com sinais de embriaguez morre ao cair da cachoeira do Inferninho
19/01/2019 - 08:21   Justiça tenta localizar 70 mil devedores ´desaparecidos´ de Campo Grande
19/01/2019 - 08:18   Jovem é preso após ser flagrado pichando bancos da Orla Morena
19/01/2019 - 08:15   Com 17 mil inscritos, concurso do IFMS aplica prova amanhã em Campo Grande
19/01/2019 - 08:12   Guia do futebol: o que você precisa saber sobre o 41º Estadual de MS
19/01/2019 - 08:10   Ceptec emite alerta de chuvas intensas em todo o Estado, mas calorão continua
19/01/2019 - 08:07   Morador de rua tenta furtar veículo de dentro de casa e é linchado por vizinhos
19/01/2019 - 07:45   Operação reforça abordagens a suspeitos e veículos na fronteira
19/01/2019 - 07:37   Cleo Pires arrasa de topless na praia e comenta o bronze: "torrada na foto"
19/01/2019 - 07:35   Estadual de futebol começa hoje com estreia do tigre douradense
19/01/2019 - 07:30   Marcelo Yuka, fundador d´O Rappa, morre aos 53 anos no RJ
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!