Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017





Prevenção vai para zona rural para tentar reduzir mortes por câncer
Em um ano, 7,8 mil exames foram feitos em 9 municípios do Estado


11 de Novembro de 2017 - 13:39           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Novembro é o mês em que se reforça a campanha de prevenção ao câncer de próstata, denominado "Novembro Azul". Em Mato Grosso do Sul, foram confirmados, em 2016, 1.100 casos da doença, sendo 380 em Campo Grande, segundo informações do Instituto Nacional de Câncer (Inca).

A notícia positiva é que entre o período de 2015 e 2017, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) identificou uma diminuição de 46% no número de mortes por câncer de próstata no Estado.

De janeiro a novembro deste ano, 120 homens morreram por causa da doença enquanto que há dois anos foram registrados 223 óbitos.

Segundo o médico urologista, Marcelino Chehoud Ibrahim, da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU/MS), as campanhas preventivas que levam esclarecimento a população são grandes aliadas na diminuição dos casos, ou ainda na identifiação inicial da doença.

"Estamos realizando um trabalho com a comunidade rural de Mato Grosso do Sul e verificamos que a receptividade das pessoas é muito positiva, visto que o acesso a consultas e exames fica mais difícil para quem mora no campo. Então quando as ações sociais chegam nestas localidades o resultado sempre supera as expectativas na participação e na identificação precoce de qualquer anormalidade diagnosticada no paciente", pontua.

INICIATIVA NO MEIO RURAL

Ibrahim compõe a equipe de atendimento feita pelo programa ´Saúde do Homem e da Mulher´, oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS).

Implantado em novembro de 2016, a iniciativa de responsabilidade social deve finalizar o ano com 12 municípios atendidos, sendo que até o momento foram realizados 7.844 procedimentos.

De acordo com o diretor técnico do Sistema Famasul - Federação da Agricultura e Pecuária de MS, Renato Roscoe, a demanda feita por municípios do interior possibilitam oportunidade para moradores que enfrentam dificuldade de acesso à clínicas e hospitais da área urbana.

"O programa foi implantado pela Administração Central do Senar em Brasília (DF) e por entendermos a importância desse trabalho, implantamos em nossa regional. Tivemos apoio de diferentes segmentos da sociedade e temos conseguido participação expressiva em cada edição", argumenta.

Roscoe acrescenta que a ações envolvem consultas e exames para homens e mulheres do meio rural. As parcerias firmadas em cada região possibilitam outros atendimentos, como emissão de documentos, cuidados com saúde bucal, atividades recreativas para crianças, entre outros.

"Foram mais de 5,4 mil pessoas atendidas até agora e diante das solicitações confirmadas iniciaremos 2018 com sete municipios agendados para receber o programa", conclui o diretor.

Para o especialista em urologia, a melhor forma de buscar a prevenção, no caso do público masculino é a realização de exames periódicos anuais. "Para os homens com histórico de câncer de próstata na família, o ideal é realizar os exames a partir dos 45 anos. Já aqueles que não identificaram essa situação nos antepassados podem começar com 50 anos", conclui.

ATENDIMENTO FIM DE SEMANA

Neste sábado (11), o programa Saúde do homem e da Mulher Rural será realizado no distrito de Casa Verde, em Nova Andradina das 8h às 17h. Endereço: Rua Luís Claudio Josué, 468, bairro Nova Casa Verde.

A 10ª edição acontecerá no posto de saúde com oferecimento dos seguintes serviços: exames de preventivo e PSA, vacinas, testes rápidos de glicemia capilar e para diagnósticos de Sífilis, HIV e Hepatite B e C, e aferição de pressão.

Haverá ainda recreação infantil e espaço de leitura, espaço beleza, orientações sobre alimentação saudável e nutrição, além de um núcleo jurídico e informações para prevenção da violência contra mulher.











Plantão

.
18/11/2017 - 12:25   PM flagra viajante do tempo que alerta para invasão alienígena em MS
18/11/2017 - 11:47   Assembleia Marina critica revogação da prisão de deputados do RJ
18/11/2017 - 11:42   Governo anuncia liberação de R$ 7,5 bilhões para gastos dos ministérios
18/11/2017 - 11:40   Em 2018, Mundial de surfe terá etapa em piscina de ondas de Kelly Slater
18/11/2017 - 11:32   Governo federal descontingencia R$ 7,5 bilhões do Orçamento
18/11/2017 - 11:29   Pagamento do PIS movimenta R$ 14 milhões no Estado
18/11/2017 - 11:27   Corpo de homem é encontrado carbonizado dentro de carro
18/11/2017 - 10:59   Exército mata dois e fere suspeito perto de instalação militar no Rio
18/11/2017 - 10:42   Tênis Melo e Kubot se classificam para decisão do ATP Finals
18/11/2017 - 10:38   Projeto escolar de Campo Grande ensina igualdade das diferenças
18/11/2017 - 10:15   Homem é morto com tiro na cabeça e polícia investiga o caso
18/11/2017 - 10:00   Aniversariante: Hoje os parabéns vai para a princesinha Silveni Nonato
18/11/2017 - 09:40   Corinthians quer tratar renovação de Danilo na próxima semana
18/11/2017 - 09:07   Com bebê no colo, adolescente é vítima de tentativa de estupro
18/11/2017 - 08:58   Tráfico Dois são presos com mala contendo 12 kg de maconha
18/11/2017 - 08:45   Everson Barros era foragido e foi preso no bairro Santo Eugênio
18/11/2017 - 08:19   Justiça marca audiência sobre morte e estupro de Kauan
18/11/2017 - 07:20   Odilon fecha as portas para aliança com outros partidos na sucessão
18/11/2017 - 07:00   Indignada com acidente da filha moradora de Itaporã promove abaixo-assinado
17/11/2017 - 15:05   Governo tenta liberação de R$ 30 milhões da União para custeio da Santa Casa
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!