Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018





Policiais são condenados de 8 a 10 anos por concussão e sequestro



10 de Agosto de 2018 - 16:47           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Nesta quinta-feira (09/08), os sete Policias Militares denunciados pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul foram condenados pelos crimes de concussão e sequestro. As penas variam de 8 até 10 anos de prisão em regime fechado.

Na ocasião, em uma operação que contou com a participação do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), foram presos em flagrante dois policiais. Já no dia 05 de dezembro de 2017, o Juiz de Direito da Justiça Militar Estadual decretou a prisão preventiva dos outros Policiais Militares envolvidos nos crimes.

As penas são correspondentes aos crimes de sequestro e concussão, em razão da cobrança de propina para liberação de uma carga de cigarros contrabandeados e por terem restringido a liberdade de locomoção do motorista da carreta durante todo o dia.

O julgamento, com duração de aproximadamente três horas, foi presidido pelo Juiz de Direito auditor Alexandre Antunes da Silva, da Vara da Justiça Militar Estadual, e o MPMS foi representado pela Promotora de Justiça Tathiana Correa Pereira da Silva Façanha.

Operação

Outros policiais militares também foram alvo de complexa investigação desenvolvida pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Gaeco.

A operação “Oiketicus” foi deflagrada, na data de 16 de maio deste ano, quando o GAECO e a Corregedoria da Polícia Militar cumpriram 20 mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e 45 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo da Auditoria Militar.

Participaram da operação cerca de 125 Policiais Militares e 9 Promotores de Justiça. Os mandados tiveram como alvo as residências e locais de trabalhos de todos os investigados, distribuídos nos municípios de Campo Grande, Dourados, Jardim, Bela Vista, Bonito, Naviraí, Maracaju, Três Lagoas, Brasilândia, Mundo Novo, Nova Andradina, Boqueirão, Japorã, Guia Lopes, Ponta Porã e Corumbá.

As investigações do Gaeco visavam ao desbaratamento de organização criminosa composta por Policiais Militares que atuavam, primordialmente, na facilitação do contrabando de cigarros.


Dourados News











Plantão

.
15/10/2018 - 16:19   Com perfis falsos na internet, esfaqueador de Bolsonaro fez menção ao PCC
15/10/2018 - 16:00   Veículo furtado em MG é recuperado pelo DOF com 105 kg de maconha
15/10/2018 - 15:56   Dois policiais militares são presos em MS acusados de invadir casa e render família
15/10/2018 - 15:54   Senadora eleita pelo PSL se diz neutra e não apoia ninguém para governo
15/10/2018 - 12:39   Vereadora Célia Frota sugere limpeza de Cemitérios para o Dia de Finados
15/10/2018 - 11:52   Há quatro anos salvando vidas na BR-163/MS
15/10/2018 - 11:51   CCR MSVia prossegue com obras e serviços na BR-163/MS
15/10/2018 - 11:20   Bolsonaro afirma que vai resgatar o respeito em sala de aula
15/10/2018 - 11:19   Brasil tem mais de 2,5 milhões de professores
15/10/2018 - 11:06   Família busca notícias de mulher que abandonou carro e embarcou na rodoviária
15/10/2018 - 11:04   Ganhadora de carro 0km do Grupo ABV é de Dourados
15/10/2018 - 10:59   MS inicia outubro com quase 90% da safra 2017/18 de soja comercializada
15/10/2018 - 09:10   Forças Armadas e Polícia Federal fazem operação no Rio de Janeiro
15/10/2018 - 09:07   Homenagem da Câmara de Itaporã aos professores
15/10/2018 - 09:00   Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores
15/10/2018 - 08:40   Acordo entre ministérios busca criar emprego para egressos de prisões
15/10/2018 - 08:30   Opas quer fortalecimento do SUS para atingir metas de desenvolvimento
15/10/2018 - 08:20   Fonoaudiólogo orienta professor otimizar e poupar a voz. Confira dicas
15/10/2018 - 08:10   Acidente com avião de pequeno porte deixa mortos na Alemanha
15/10/2018 - 08:00   Jovem corre atrás de ônibus em movimento, tenta forçar porta para entrar e morre atropelado
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!