Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018





Planalto reconhece aumento de desgaste com nova decisão contra posse de ministra
ão foi a primeira vez que a Justiça negou pedido para viabilizar a posse


11 de Janeiro de 2018 - 07:20           principal  |  imprimir - Enviar Materia

Foto: Divulgação

 

Planalto reconhece aumento de desgaste com nova decisão contra posse de ministra

 
 
Um ambiente de desânimo tomou conta do núcleo do governo com nova decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), que negou na noite desta quarta-feira (10) recurso apresentando pela deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) contra a liminar que a impede de assumir o Ministério do Trabalho.

Não foi a primeira vez que a Justiça negou pedido para viabilizar a posse. Na tarde de terça (9), o TRF2 negou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) para garantir a posse. A AGU e a deputada recorreram da decisão judicial que suspendeu a posse após o G1 revelar que Cristiane Brasil foi condenada a pagar R$ 60 mil por dívidas trabalhistas com dois ex-motoristas.

Avaliação realista feita por interlocutores de Temer – logo depois da decisão do juiz federal Vladimir Santos Vitovsky – é de que o governo entrou numa agenda negativa sem solução.

E a tendência é que o desgaste só vai aumentar, já que não há qualquer movimento do PTB de recuar da indicação de Cristiane Brasil.

Diante disso, a ordem no Palácio do Planalto é manter o apoio ao PTB, e com isso, pelo menos capitalizar politicamente junto ao aliado o gesto de solidariedade. Tanto que o ministro da articulação política, Carlos Marun, afirmou ao Blog que o governo manterá a indicação de Cristiane Brasil, mesmo com nova decisão da Justiça.









G1










Plantão

.
22/01/2018 - 11:00   Cármen Lúcia suspende posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho
22/01/2018 - 10:40   Ascensão de bilionários no Brasil foi recorde em 2017, aponta pesquisa0
22/01/2018 - 10:20   Na reta final, Tite quer jogos contra seleções do Mundial
22/01/2018 - 10:00   De novo sem torcida e com presidente novo, Vasco desencanta e vence
22/01/2018 - 09:40   De virada, Corumbaense vence bem e sai na frente por vaga na Copa Verde
22/01/2018 - 09:20   Em recuperação, Pelé diz estar pronto para acompanhar Brasil na Copa
22/01/2018 - 09:00   Fundos patrimoniais são saída para sustentabilidade financeira de ONGs
22/01/2018 - 08:40   Trump diz que Senado deve mudar regras se impasse continuar
22/01/2018 - 08:20   Trump diz que Senado deve mudar regras se impasse continuar
22/01/2018 - 08:12   Empresários promovem dias 28, 29 e 30 de janeiro na Capital a 6ª Feira de Calçados, Couros e Acessórios
22/01/2018 - 08:00   Eleição 2018: Partidos já negociam aliança política
22/01/2018 - 07:40   Estado muda regras para aumentar a arrecadação
22/01/2018 - 07:20   Criação de leitos, SUS regride e em dois anos sofre queda de 90%
22/01/2018 - 07:00   Carro bate em árvore, uma pessoa morre e outra fica ferida em Dourados
22/01/2018 - 06:42   Depois do domingo quente, inicio de semana começa chuva em Itaporã
22/01/2018 - 06:16   Homem é executado a tiros de pistola na frente da esposa em borracharia
21/01/2018 - 09:00   Banho de sol em plena Avenida chama atenção e mobiliza polícia em Maracaju
20/01/2018 - 13:40   Brasileiros de todas as classes têm dificuldade para poupar
20/01/2018 - 13:20   Falta clareza em acordo que permite retomada do Aquário do Pantanal
20/01/2018 - 13:00   Defesa Civil registra 18 municípios que decretaram emergência
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!