Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018





Pecuarista que armazenava embalagens e agrotóxicos de forma ilegal é autuado pela PMA
Ele também foi multado em R$ 30 mil


13 de Abril de 2018 - 14:20           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Pecuarista que armazenava embalagens e agrotóxicos de forma ilegal é autuado pela PMA

 
 
R$ 30 mil. Esse é o valor da multa que a Polícia Militar Ambiental aplicou num pecuarista em Nova Andradina, que segundo informações, armazenava de forma irregular embalagens e agrotóxicos, e ainda um tanque com derramamento de material combustível.

A fiscalização aconteceu na manhã de hoje (13).

De acordo com a PMA, as embalagens e agrotóxicos constituídos de tambores plásticos, caixas e sacolas estavam dentro de um barracão sem proteção do solo, sendo que havia também agrotóxico derramado. Outra parte estava pelo chão em volta do barracão e em uma caçamba, tudo com riscos de contaminação do solo, pessoas e animais.

No local não havia rótulos de risco, bem como livre acesso de pessoas e animais ao local onde estava o produto perigoso. A destinação das embalagens dos produtos perigosos contrariava as normas técnicas e a legislação ambiental, bem como a bula dos próprios produtos.

Nas imediações do depósito dos agrotóxicos, os Policiais localizaram um taque para armazenamento de material combustível, do qual havia vazado grande quantidade de óleo queimado, com contaminação do solo. Além disso, o fazendeiro funcionava um pequeno posto com uma bomba de abastecimento, fora das normas técnicas e sem a licença ambiental.



O proprietário da fazenda, de 3 anos, residente em São Paulo, foi notificado a tomar as providências para a destinação adequada dos produtos e resíduos perigosos, conforme determina a legislação e para remoção dos produtos combustíveis no solo e legalização do posto de abastecimento.

Ele também poderá responder por crime ambiental de armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos.  

A pena para o crime é de um a quatro anos de reclusão.










Plantão

.
19/09/2018 - 16:27   IFMS divulga quais documentos são necessários para participar do processo seletivo de ingresso
19/09/2018 - 16:26   Imprensa francesa "elege" Neymar como o pior jogador da estreia
19/09/2018 - 16:16   Após impugnações do MP Eleitoral, Justiça indefere registro de 10 candidatos em MS
19/09/2018 - 16:13   TRE-MS inicia geração de mídias para as Eleições 2018
19/09/2018 - 14:47   Moro defende sua competência para julgar ação sobre sítio de Atibaia
19/09/2018 - 14:38   Adolescentes de 13 e 14 anos são apreendidos furtando cuecas
19/09/2018 - 14:36   Senado discute padrão de documentos legislativos com comitê da ONU
19/09/2018 - 13:00   Projeto cria o Dia Nacional do Campista Católico
19/09/2018 - 12:05   Regulamentação de agrotóxicos aguarda análise no Senado
19/09/2018 - 11:40   Apesar de aumento, menos de 40% das cidades têm política de saneamento
19/09/2018 - 11:30   Escola do Sesi de Dourados vai representar MS na Olimpíada Brasileira de Robótica
19/09/2018 - 11:17   Prefeitura de Itaporã adquire nova ambulância para hospital municipal
19/09/2018 - 11:12   A população deve estar conscientizada para perceber os sinais de quem precisa de ajuda
19/09/2018 - 11:00   Traficantes inovam, montam consórcio de drogas, mas são descobertos pela polícia
19/09/2018 - 10:56   Homem é flagrado em ônibus tentando levar maconha até o Paraná
19/09/2018 - 10:52   Em parecer ao STF, PGR insiste para que Eduardo Cunha continue preso
19/09/2018 - 10:51   Polícia apreende 115 kg de maconha na BR-163
19/09/2018 - 10:50   Campanha de vacinação contra pólio e sarampo atinge meta, diz governo
19/09/2018 - 10:40   Corregedor vai aguardar investigação do STJ para avaliar caso de deputado
19/09/2018 - 10:30   Município de Itaporã bate meta de Vacinação contra Pólio e o Sarampo
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!