Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sexta-feira, 20 de Abril de 2018





Pecuarista que armazenava embalagens e agrotóxicos de forma ilegal é autuado pela PMA
Ele também foi multado em R$ 30 mil


13 de Abril de 2018 - 14:20           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Pecuarista que armazenava embalagens e agrotóxicos de forma ilegal é autuado pela PMA

 
 
R$ 30 mil. Esse é o valor da multa que a Polícia Militar Ambiental aplicou num pecuarista em Nova Andradina, que segundo informações, armazenava de forma irregular embalagens e agrotóxicos, e ainda um tanque com derramamento de material combustível.

A fiscalização aconteceu na manhã de hoje (13).

De acordo com a PMA, as embalagens e agrotóxicos constituídos de tambores plásticos, caixas e sacolas estavam dentro de um barracão sem proteção do solo, sendo que havia também agrotóxico derramado. Outra parte estava pelo chão em volta do barracão e em uma caçamba, tudo com riscos de contaminação do solo, pessoas e animais.

No local não havia rótulos de risco, bem como livre acesso de pessoas e animais ao local onde estava o produto perigoso. A destinação das embalagens dos produtos perigosos contrariava as normas técnicas e a legislação ambiental, bem como a bula dos próprios produtos.

Nas imediações do depósito dos agrotóxicos, os Policiais localizaram um taque para armazenamento de material combustível, do qual havia vazado grande quantidade de óleo queimado, com contaminação do solo. Além disso, o fazendeiro funcionava um pequeno posto com uma bomba de abastecimento, fora das normas técnicas e sem a licença ambiental.



O proprietário da fazenda, de 3 anos, residente em São Paulo, foi notificado a tomar as providências para a destinação adequada dos produtos e resíduos perigosos, conforme determina a legislação e para remoção dos produtos combustíveis no solo e legalização do posto de abastecimento.

Ele também poderá responder por crime ambiental de armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos.  

A pena para o crime é de um a quatro anos de reclusão.










Plantão

.
20/04/2018 - 21:09   Bombeiros socorrem vítima de acidente em Amambai
20/04/2018 - 21:05   Denúncia anônima leva DOF até ‘arsenal de guerra’ em loja na Grande Dourados
20/04/2018 - 18:15   Em Itaporã, Reinaldo Azambuja entrega e anuncia obras e ganha título de cidadão.
20/04/2018 - 16:01   Menino de 10 anos morre de mal súbito e corpo volta adulterado em caixão lacrado
20/04/2018 - 15:58   Terapeutas holísticos de Mato Grosso do Sul se organizam em Associação
20/04/2018 - 15:50   WhatsApp ganha função para remover status de administrador em grupos
20/04/2018 - 14:03   Polícia Militar Ambiental autua pecuarista por desmatamento ilegal
20/04/2018 - 13:57   CV ´plantou´ membro em fazenda para vigiar posto da PRF na BR 463
20/04/2018 - 13:49   Garis encontram caixões à beira da pista e acionam a Polícia Militar
20/04/2018 - 13:47   JBS informa que não há plantas da empresa no Estado barradas pela União Europeia
20/04/2018 - 13:36   Alunos bloqueiam entrada em universidade em protesto contra fim de licenciatura
20/04/2018 - 13:33   No melhor mês de março em 5 anos, Brasil cria 56 mil empregos formais
20/04/2018 - 12:37   Governo vai asfaltar MS-379 com investimentos de quase R$ 77,4 milhões
20/04/2018 - 11:31   Itaporã: Investimento na MS-156 diminui tempo da viagem pela metade
20/04/2018 - 10:50   Lei que aumenta pena para motorista embriagado entra em vigor
20/04/2018 - 10:48   IBGE aponta prévia da inflação oficial que ficou em 0,21% neste mês
20/04/2018 - 10:45   Petrobras aumenta preços de combustíveis nas refinarias
20/04/2018 - 10:42   Polícia Federal anuncia que fará concurso público para 500 vagas
20/04/2018 - 08:42   Estado paga R$ 3,7 milhões para realização de concurso da PM e Corpo de Bombeiros
20/04/2018 - 08:40   Estudante de Medicina é preso com mochila e travesseiros recheados de dinheiro falso
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!