Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019





Pão francês vai ficar 10% mais caro em Mato Grosso do Sul
O aumento tem relação com alta do dólar e seca na Argentina


15 de Maio de 2018 - 10:40           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Pão francês vai ficar 10% mais caro em Mato Grosso do Sul

 
 
O pão francês comercializado em Mato Grosso do Sul vai ficar 10%  mais caro. Esse aumento ocorre em decorrência da alta do dólar registrada nas últimas semanas e da seca na Argentina. A informação faz parte de um levantamento do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Estado (Sindepan/MS) junto às principais padarias de MS.

Conforme a pesquisa, o quilo vai sair de uma média de R$ 12,50 para R$ 13,75. O repasse deve ocorrer a partir de julho porque os moinhos que fornecem a farinha para as empresas do Estado estão com um bom estoque de trigo.

De acordo com o presidente do Sindepan/MS, Marcelo Novaes, essa majoração é motivo de preocupação para o segmento. “Com a crise, já estamos trabalhando com um preço elevado e muitas empresas tiveram de fechar as portas, principalmente porque os preços estão em descompasso com a situação econômica que estamos vivendo e isso faz com que os clientes procurem valores mais baixos”, declarou.

Ainda segundo ele, a Argentina, principal fornecedora de trigo para o Brasil, está sem disponibilidade para atender a total demanda dos moinhos brasileiros e isso começa a impactar no mercado interno a partir de julho.

“A Argentina passa pela pior seca dos últimos 40 anos e isso acabou influenciando nos preços do trigo”, explicou ele, acrescentando que a alta do dólar também interfere nos custos de produção e, consequentemente, nos valores repassados aos consumidores.

Além deste fator, segundo Novaes, tem a alta do dólar. “A elevada cotação da moeda americana, que vem ocorrendo ultimamente, com alta acumulada de 10,97%, é mais um fator que irá concorrer para o aumento do preço final do pão francês”, completou.

Novaes alertou ainda sobre o aumento em outros insumos como óleo, açúcar, fermento e embalagens que deverão ser repassados em breve por aquelas empresas que trabalham com confeitaria.

(*) Com assessoria 










Plantão

.
17/01/2019 - 09:00   Ex-presidente do Naviraiense é condenado por desviar R$ 247 mil
17/01/2019 - 08:54   Mais de 6,4 mil microempresas devem R$ 136 milhões à Receita
17/01/2019 - 08:43   Alerta de tempestade para 8 cidades e calorão de 38°C em MS nesta quinta-feira
17/01/2019 - 08:40   DOF apreende dois veículos com contrabando do Paraguai na MS-141
17/01/2019 - 08:39   Em 15 dias, Corumbá lidera ranking de queimadas no Brasil
17/01/2019 - 08:33   Com rival de Marcelo Piloto na mira, polícia vai às ruas para prender 19
17/01/2019 - 08:24   Ex-candidato a prefeito e tio de Pavão é morto em ataque de grupo armado
17/01/2019 - 08:20   Em Corumbá, banco fiscaliza ocupações irregularidades em imóveis do Minha Casa, Minha Vida
17/01/2019 - 08:16   Em Rio Brilhante, adolescente é flagrado abusando da prima de 5 anos
17/01/2019 - 08:04   Em Caarapó, homem simula sequestro para enganar mãe e acaba preso
17/01/2019 - 08:00   Corpo de jovem é encontrado às margens da BR-163 em Juti
17/01/2019 - 07:47   Mãe salva por filho de assalto tentou correr atrás de bandidos
17/01/2019 - 07:40   Com faca, assaltante aterroriza jovens e acaba preso em Dourados
17/01/2019 - 07:20   Em Glória de Dourados, PM prende homem que esfaqueou ex-mulher
17/01/2019 - 07:00   Em Campo Grande, atentado tem batida, dois mortos e adolescente baleado
17/01/2019 - 06:50   Ator de Tropa de Elite sofre acidente e é internado em estado grave
17/01/2019 - 06:30   Depois de decreto, dobra número de procura por armas em lojas
17/01/2019 - 06:20   PF prende suspeito de participar de assassinato de líderes do PCC
17/01/2019 - 06:18   Como passar despercebido no WhatsApp mesmo conectado? 3 truques para alcançá-lo
17/01/2019 - 06:00   Trabalhadores são internados em Caarapó, após passarem mal por causa de agrotóxico
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!