Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sábado, 19 de Janeiro de 2019





Mulher presa por tramar atentado contra promotor deixa prisão



13 de Junho de 2018 - 08:32           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Depois de ficar um mês presa Maika Luzia Gomes Romão de Almeida, de 21 anos, deixou na manhã desta terça-feira, dia 12 de junho, o presidio feminino de Três Lagoas. 

A jovem foi detida depois de tramar o atentado contra o promotor que teria determinado que ela perdesse a guarda dos três filhos, todos menores de 3 anos, ainda no ano de 2015. Conforme o site JPNews, ela obteve liminar de soltura após habeas corpus impetrado pela defesa dela.

O caso

O Ministério Público acusou a jovem de mau comportamento diante dos filhos e a proibiu de chegar perto deles. As crianças foram levadas a Casa de Acolhimento no bairro Santos Dumont. A jovem também perdeu benefícios sociais. Uma das assistentes sociais chegou a registrar um boletim de ocorrência contra Maika por ameaça de morte, em 25 de julho de 2017.

Em janeiro deste ano, Maika acusou assistentes sociais de maus tratos aos filhos e postou em rede social, fotos de ferimentos, supostamente nas costas das crianças e afirmou que as imagens eram do início do ano de 2017. Um novo B.O. foi registrado contra ela, pela direção do Conselho Tutelar.

Em 26 de fevereiro de 2018, Maika, juntamente com o grupo Mães Unidas fizeram passeata no centro de Três Lagoas, em prol da jovem. No entanto, a prisão da mulher foi motivada depois que próprios familiares da jovem teriam informado que ela “e pessoas de elevada periculosidade" estariam tramando um atentado contra um membro do Ministério Público e seus parentes, justamente pela decisão da justiça de que seus filhos fossem encaminhados a um abrigo.











Plantão

.
19/01/2019 - 09:47   Hoje é dia de churrasco no Restaurante e Choperia Rei dos Espetos
19/01/2019 - 09:17   Jovem comete suicídio após escrever bilhete e trocar mensagens com a namorada
19/01/2019 - 09:15   Campanha vai orientar pescadores sobre proibição da pesca ao Dourado em MS
19/01/2019 - 09:12   A dessalinização da água do mar pode acabar com a sede
19/01/2019 - 09:08   Resumo de Novelas: Ondina provoca Sampaio, expondo seu amor por Valentina
19/01/2019 - 08:42   WhatsApp limita compartilhamento de mensagens para até 5 pessoas
19/01/2019 - 08:34   Novidades Netflix: Serial killers, genocídios e zumbis estão nos originais da semana
19/01/2019 - 08:31   Previdência: reforma chega ao Congresso em meados de fevereiro
19/01/2019 - 08:30   Funcionária de peixaria é importunada sexualmente e homem é preso em flagrante
19/01/2019 - 08:25   Homem com sinais de embriaguez morre ao cair da cachoeira do Inferninho
19/01/2019 - 08:21   Justiça tenta localizar 70 mil devedores ´desaparecidos´ de Campo Grande
19/01/2019 - 08:18   Jovem é preso após ser flagrado pichando bancos da Orla Morena
19/01/2019 - 08:15   Com 17 mil inscritos, concurso do IFMS aplica prova amanhã em Campo Grande
19/01/2019 - 08:12   Guia do futebol: o que você precisa saber sobre o 41º Estadual de MS
19/01/2019 - 08:10   Ceptec emite alerta de chuvas intensas em todo o Estado, mas calorão continua
19/01/2019 - 08:07   Morador de rua tenta furtar veículo de dentro de casa e é linchado por vizinhos
19/01/2019 - 07:45   Operação reforça abordagens a suspeitos e veículos na fronteira
19/01/2019 - 07:37   Cleo Pires arrasa de topless na praia e comenta o bronze: "torrada na foto"
19/01/2019 - 07:35   Estadual de futebol começa hoje com estreia do tigre douradense
19/01/2019 - 07:30   Marcelo Yuka, fundador d´O Rappa, morre aos 53 anos no RJ
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!