Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018





Mesa redonda sobre resíduos de biomassa inicia debates do 8º Encontro de Química Verde



06 de Novembro de 2018 - 13:15           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Mesa redonda sobre resíduos de biomassa inicia debates do 8º Encontro de Química Verde

 
 
A primeira mesa redonda do 8º Encontro da Escola Brasileira de Química Verde, que começou nesta terça-feira (06/11) e segue até quarta-feira (07/11), no ISI Biomassa (Instituto Senai de Inovação em Biomassa), em Três Lagoas (MS), debateu o aproveitamento de matérias primas e materiais em correntes de resíduos de biomassa.

Antes de iniciar as discussões, o pesquisador da Embrapa Instrumentação, José Manoel Marconcini, realizou uma apresentação explicando que a valorização dos resíduos de biomassa por meio das transformações químicas destes recursos é uma oportunidade para o fortalecimento sustentável de cadeias do agronegócio brasileiro com base nos conceitos de biorrefinaria e bioeconomia.

“O que temos de lembrar é que quando temos cadeias produtivas agrícolas, precisamos pensar de forma global. Todos os produtos agrícolas estão ligados ao setor industrial. Isso, aliado a pesquisa. Basicamente temos na área de biomassa a parte de matérias primas resíduos dos processos ligados às matérias primas. Precisamos olhar o aproveitamento de produtos e resíduos de cadeias agrícolas, de carnes, de pesca. Tudo isso pode fazer muita diferença”, ressaltou José Marconcini.

Em seguida, foi a vez do professor de bioquímica da UNB (Universidade de Brasília), Fernando Araripe, explicar o que é e como funciona a biologia sintética, utilizando o filme de ficção científica “O Dia em que a Terra Parou” para fazer uma analogia. “Nesse filme, aparece um disco voador e os primeiros a irem ver foi o Exército, seguido pelos jornalistas. Por último foram os engenheiros, que quiseram desmontar todo o disco voador para entender como cada peça funciona. É assim que funciona a biologia sintética, precisamos descontruir para, a partir daí, construir algo novo e hoje temos bactérias que produzem biomassa”, salientou.

Com uma apresentação sobre processos, o professor do Instituto de Química de São Carlos, Antônio Aprígio da Silva Curvelo, comentou que não é possível falar no assunto sem conhecer matéria prima, resíduo e produto. “Independentemente do grande trabalho feito pela ciência, da grande disponibilidade de biomassa ou de organismos vegetais e animais que nosso país produz, considerando o setor industrial, devemos ser mais pé no chão. Se queremos que a biomassa represente um item de importância para a economia brasileira, precisamos nos ater a um processo economicamente viável e que tenha sustentabilidade ambiental”, reforçou.

Para finalizar, o pesquisador da Embrapa Instrumentação, Luiz Alberto Colnago, defendeu a importância da discussão da Escola Brasileira de Química ser no ISI Biomassa, instituto que tem como objetivo atender a indústria. “Acho que nossos alunos das universidades precisam se preparar para o empreendedorismo. Hoje, vemos que os nossos alunos estão sendo preparados para se tornarem professores, mas com o que aprender na academia, podem facilmente colocar em prática algumas pesquisas e processos, que fortalece também a indústria brasileira”, concluiu.

 










Plantão

.
20/11/2018 - 22:05   Alexandre Mantovani é eleito presidente da OAB em Dourados
20/11/2018 - 21:54   Futuro ministro da saúde Mandetta diz que ´Mais Médico´ parecia convênio entre Cuba e PT
20/11/2018 - 16:43   João Batista de Camargo é reconduzido à Presidência do Sindical
20/11/2018 - 15:05   Vereadora Marlei do Hospital sugere instalação de cestos ecológicos em bocas de lobo
20/11/2018 - 12:12   Repórter da Globo, Fabíola Andrade nega assédio e diz que colega a procurou
20/11/2018 - 12:10   Por que os meninos adolescentes precisam de um especialista
20/11/2018 - 12:07   Homem que energizou cerca onde menor morreu é preso em flagrante por homicídio
20/11/2018 - 12:07   Pare-e-siga da CCR MSVia auxilia execução de serviços na BR-163/MS
20/11/2018 - 11:58   Na reta final para o desligamento do sinal analógico, Seja Digital reforça ações em Dourados e região
20/11/2018 - 11:53   Senai de Corumbá oferece especialização técnica em segurança do trabalho para a construção civil
20/11/2018 - 10:25   Adolescente de 16 anos, com várias passagens pela polícia é encontrado morto em Itaporã
20/11/2018 - 09:44   URGENTE: Corpo é encontrado às margens de estrada em Itaporã
20/11/2018 - 09:41   Em Dourados, adolescente morre ao tocar em cerca elétrica na aldeia Bororó
20/11/2018 - 09:37   Sobrinho de prefeito de MS é sequestrado e executado no Paraguai
20/11/2018 - 08:40   Brasil encara Camarões em último amistoso do ano
20/11/2018 - 08:30   URGÊNCIA Senadores tentam votar projeto que enfraquece a Lei da Ficha Limpa
20/11/2018 - 08:20   Programa Mais Médicos oferece 8.517 vagas a partir de quarta-feira
20/11/2018 - 08:01   Nasce no Rio o pequeno Rael, filho de Isis Valverde e André Resende
20/11/2018 - 08:00   Estudantes têm até sexta-feira para renovar contrato do Fies
20/11/2018 - 07:50   Motorista briga em tabacaria, foge, bate em 4 carros, mas acaba solta
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!