Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2018





Levantamento mostra alta no número de assassinatos no campo
Em 2017, foram 70 assassinatos, um aumento de 15% em relação ao número de 2016


17 de Abril de 2018 - 08:49           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Levantamento mostra alta no número de assassinatos no campo

 
 
Um levantamento feito pela Comissão Pastoral da Terra (CPT) revelou um aumento de 15% no número de assassinatos no campo; maior número desde 2003. Em 2017, foram 70 assassinatos; 21 no estado do Pará, líder do ranking.

Dos 70 assassinatos em 2017, 28 ocorreram em massacres, o que corresponde a 40% do total. Desde 1985 a 2017, foram registrados 46 massacres no país com 220 vítimas. No período, o Pará registrou 26 massacres, que vitimaram 125 pessoas.

Assassinatos e julgamentos

Entre os anos de 1985 e 2017, a CPT registrou, em todo Brasil, 1.438 casos de conflitos no campo, que geraram 1904 vítimas. Segundo o estudo, apenas 113 dos casos foram julgados, o que corresponde a 8% dos incidentes.

Nesses 32 anos, a região Norte contabiliza 658 casos com 970 vítimas. O Pará é o estado que lidera na região e no resto do país, com 466 casos e 702 vítimas. Maranhão vem em segundo lugar com 168 vítimas em 157 casos. E o estado de Rondônia em terceiro, com 147 pessoas assassinadas em 102 casos.

Entre os crimes mais recentes, o massacre de Pau D’arco, que ocorreu em maio do ano passado, ganhou repercussão nacional. Dez pessoas foram mortas com tiros na cabeça durante ação de reintegração de posse realizada por policiais civis e militares.

De acordo com a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Pará, os crimes tiveram características de execução. Foi feito um relatório de 18 páginas do caso com base em depoimentos colhidos pelos parlamentares durante uma visita ao município. O estudo apontou o estado como responsável pela chacina.

O Ministério Público, em setembro de 2017, denunciou 17 policiais (13 militares e 4 civis) pela suposta prática dos crimes de homicídio qualificado, milícia privada, fraude processual e tortura. Na quarta-feira (4) deste mês, foi ouvida a última testemunha de acusação do processo. Das 16 testemunhas envolvidas na acusação, foram ouvidas 11. Os depoimentos duraram três dias.

Ataques hackers

Durante o levantamento dos dados, no segundo semestre do ano passado, a Secretaria Nacional da CPT, sofreu seguidos ataques hackers, que prejudicou o funcionamento dos servidores. Segundo a CPT isso acabou comprometendo o desempenho das tarefas diárias da Pastoral. O Centro de Documentação Dom Tomás Balduino, responsável pela catalogação dos dados também foi prejudicado, atrasando o fechamento do relatório.

G1










Plantão

.
13/12/2018 - 11:38   Polícia Militar em Itaporã intensifica policiamento no final de ano.
13/12/2018 - 10:33   Cardápio saboroso para esta quinta-feira no Restaurante e Choperia Rei dos Espetos
13/12/2018 - 10:01   Cirilo e Pepa são afastados pela Justiça e suplentes assumem hoje
13/12/2018 - 10:00   Operação contra tráfico e roubo termina com cinco presos em Dourados
13/12/2018 - 09:34   PF cumpre mandado de busca em investigação de ameaça a Bolsonaro
13/12/2018 - 09:29   Deputados votam 23 projetos hoje, 14 em regime de urgência
13/12/2018 - 09:00   Vereadores de Itaporã votaram projeto que estabelece Diretrizes de Saneamento Básico no Município
13/12/2018 - 08:50   Artigo: Os diversos papéis das mulheres e a importância da empatia
13/12/2018 - 08:47   3 motivos para fazer o curso técnico em segurança do trabalho do Senai em Nova Andradina
13/12/2018 - 08:39   Para Fiems, reforma do aeroporto de Campo Grande vai fomentar indústria do turismo
13/12/2018 - 08:29   Longen diz que projeto sobre incentivos aprovado na Câmara atrairá mais indústrias para MS
13/12/2018 - 08:24   “Corrida e Caminhada Copasul” reuniu mais de 200 participantes
13/12/2018 - 08:22   Temperaturas vão ficar acima da média histórica entre dezembro e fevereiro
13/12/2018 - 07:59   Geraldo vai assumir a saúde e Murilo a infraestrutura
13/12/2018 - 07:48   Jovem de 15 anos morre ao ser atingida por raio em Amambaí
12/12/2018 - 19:26   Adolescente morre afogado durante banho com amigos em lagoa
12/12/2018 - 19:23   Delegado e vereadora de Itaporã propõe conscientização sobre violência doméstica e sexual
12/12/2018 - 16:52   Encontro discute combate à violência contra a mulher nos municípios de fronteira
12/12/2018 - 16:50   Murilo e Geraldo são cotados para assumir secretarias no governo Azambuja
12/12/2018 - 16:39   Homem rodeado por jacarés é resgatado de riacho em MS
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!