Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018





LDO de 2019 prevê 3,6% a mais que valores de 2018
Projeto começou a tramitar na Assembleia Legislativa


14 de Junho de 2018 - 12:34           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) prevê valor de 3,6% maior que os R$ 14,497 bilhões orçados para 2018. A matéria do Executivo que propõe diretrizes para elaborações e execução de lei orçamentária de 2019 começou a tramitar na Assembleia Legislativa e almeja receita de R$ 15,048 bilhões para o próximo ano.

Ao ser apreciado no Legislativo, o projeto poderá receber emendas dos parlamentares e passará pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e pela Comissão de Acompanhamento da Execução Orçamentária. A LDO orienta a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA).

Para os três próximos anos, o projeto pretende receitas de R$ 15,048 bilhões (2019), R$ 15,624 bilhões (2020) e R$ 16,333 bilhões (2021). Para 2019, o governo espera resultado primário positivo de R$ 484,89 milhões, com receita primária de R$ 14,971 bilhões e despesa primária de R$ 14,486 bilhões.

O texto estabelece, como diretrizes gerais, que a LOA 2019 “observará os parâmetros de crescimento econômico e da variação do índice de preços”. Também afirma que as políticas do governo de Mato Grosso do Sul serão guiadas pelos princípios da “superação das desigualdades sociais, raciais e de gênero” e do “fortalecimento da participação e do controle social”.

De acordo com o projeto, os valores previstos às instituições e órgãos são os seguintes: R$ 298,027 milhões (Assembleia Legislativa), R$ 282,612 milhões (Tribunal de Contas), R$ 901,789 milhões (Tribunal de Justiça), R$ 417,032 milhões (Ministério Público) e R$ 190,12 milhões (Defensoria Pública do Estado).

Esses órgãos e instituições têm até o dia 17 de agosto deste ano para apresentarem ao governo do Estado suas propostas orçamentárias.











Plantão

.
10/12/2018 - 15:20   MS é escolhido para monitorar uniformização de produtos da Rede CNI
10/12/2018 - 14:43   Lourdes Struziati parabeniza o município de Itaporã pelos 65 anos
10/12/2018 - 14:00   Sistema Fiems participa de doação simbólica da campanha ´Compartilhe o Natal 2018´
10/12/2018 - 13:40   Faustão faz ‘piada’ do cabelo de ator mirim e é acusado de racismo nas redes sociais
10/12/2018 - 13:20   Governo do estado vai recapear três avenidas de Dourados
10/12/2018 - 13:00   Ministério da Saúde publica edital do Mais Médicos sem pedir revalida para formados no exterior
10/12/2018 - 11:52   CCR MSVia destaca operações pare-e-siga na BR-163/MS
10/12/2018 - 11:20   Serviços e emissão de CNH estão fora do ar e não há previsão de retorno em MS
10/12/2018 - 11:17   Enteado furta carro de padrasto e veículo é encontrado queimado em Campo Grande
10/12/2018 - 11:15   Jovem de 26 anos morre dois dias após ser atropelado na BR-163
10/12/2018 - 11:08   Carros batem de frente e quatro pessoas ficam feridas na BR-267
10/12/2018 - 11:06   Proinf possibilita investimento acima de R$ 2,5 bilhões em todo o Brasil
10/12/2018 - 11:01   Caminhão é preso na BR-163, com 275 mil maços de cigarros
10/12/2018 - 10:59   Câmara cancela contratos de empresas citadas na Operação Cifra
10/12/2018 - 10:57   4ª Corrida Caminhada e Pedal pela Vida comemora 30 anos do Hemosul
10/12/2018 - 10:40   Restaurante e Choperia Reis dos Espetos - Cardápio desta segunda-feira
10/12/2018 - 10:33   Vereador requer atenção para a limpeza urbana , principalmente no Bairros do município
10/12/2018 - 09:56   Funtrab oferece 114 vagas de emprego nesta segunda-feira
10/12/2018 - 09:51   Programa Vida no Trânsito ganha destaque em lançamento do Rodovida
10/12/2018 - 09:40   Cuiabano de 24 anos é preso com 9 tabletes de maconha em rodoviária
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!