Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018





LDO de 2019 prevê 3,6% a mais que valores de 2018
Projeto começou a tramitar na Assembleia Legislativa


14 de Junho de 2018 - 12:34           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) prevê valor de 3,6% maior que os R$ 14,497 bilhões orçados para 2018. A matéria do Executivo que propõe diretrizes para elaborações e execução de lei orçamentária de 2019 começou a tramitar na Assembleia Legislativa e almeja receita de R$ 15,048 bilhões para o próximo ano.

Ao ser apreciado no Legislativo, o projeto poderá receber emendas dos parlamentares e passará pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e pela Comissão de Acompanhamento da Execução Orçamentária. A LDO orienta a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA).

Para os três próximos anos, o projeto pretende receitas de R$ 15,048 bilhões (2019), R$ 15,624 bilhões (2020) e R$ 16,333 bilhões (2021). Para 2019, o governo espera resultado primário positivo de R$ 484,89 milhões, com receita primária de R$ 14,971 bilhões e despesa primária de R$ 14,486 bilhões.

O texto estabelece, como diretrizes gerais, que a LOA 2019 “observará os parâmetros de crescimento econômico e da variação do índice de preços”. Também afirma que as políticas do governo de Mato Grosso do Sul serão guiadas pelos princípios da “superação das desigualdades sociais, raciais e de gênero” e do “fortalecimento da participação e do controle social”.

De acordo com o projeto, os valores previstos às instituições e órgãos são os seguintes: R$ 298,027 milhões (Assembleia Legislativa), R$ 282,612 milhões (Tribunal de Contas), R$ 901,789 milhões (Tribunal de Justiça), R$ 417,032 milhões (Ministério Público) e R$ 190,12 milhões (Defensoria Pública do Estado).

Esses órgãos e instituições têm até o dia 17 de agosto deste ano para apresentarem ao governo do Estado suas propostas orçamentárias.











Plantão

.
15/10/2018 - 16:00   Veículo furtado em MG é recuperado pelo DOF com 105 kg de maconha
15/10/2018 - 15:56   Dois policiais militares são presos em MS acusados de invadir casa e render família
15/10/2018 - 15:54   Senadora eleita pelo PSL se diz neutra e não apoia ninguém para governo
15/10/2018 - 12:39   Vereadora Célia Frota sugere limpeza de Cemitérios para o Dia de Finados
15/10/2018 - 11:52   Há quatro anos salvando vidas na BR-163/MS
15/10/2018 - 11:51   CCR MSVia prossegue com obras e serviços na BR-163/MS
15/10/2018 - 11:20   Bolsonaro afirma que vai resgatar o respeito em sala de aula
15/10/2018 - 11:19   Brasil tem mais de 2,5 milhões de professores
15/10/2018 - 11:06   Família busca notícias de mulher que abandonou carro e embarcou na rodoviária
15/10/2018 - 11:04   Ganhadora de carro 0km do Grupo ABV é de Dourados
15/10/2018 - 10:59   MS inicia outubro com quase 90% da safra 2017/18 de soja comercializada
15/10/2018 - 09:10   Forças Armadas e Polícia Federal fazem operação no Rio de Janeiro
15/10/2018 - 09:07   Homenagem da Câmara de Itaporã aos professores
15/10/2018 - 09:00   Apenas 3,3% dos estudantes brasileiros querem ser professores
15/10/2018 - 08:40   Acordo entre ministérios busca criar emprego para egressos de prisões
15/10/2018 - 08:30   Opas quer fortalecimento do SUS para atingir metas de desenvolvimento
15/10/2018 - 08:20   Fonoaudiólogo orienta professor otimizar e poupar a voz. Confira dicas
15/10/2018 - 08:10   Acidente com avião de pequeno porte deixa mortos na Alemanha
15/10/2018 - 08:00   Jovem corre atrás de ônibus em movimento, tenta forçar porta para entrar e morre atropelado
15/10/2018 - 07:50   Tite muda e adota mistério na seleção brasileira para enfrentar a Argentina
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!