Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Domingo, 27 de Maio de 2018





IBGE registra uma das maiores taxas de trabalhadores subutilizados
A taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,7% no 1º trimestre


17 de Maio de 2018 - 10:00           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 
O número de brasileiros sem oportunidade de trabalho chegou a 27,7 milhões, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) trimestral.  A taxa de subutilização da força de trabalho ficou em 24,7% no 1º trimestre de 2018, a maior da série histórica da PNAD Contínua, iniciada em 2012. O contingente de subutilizados também é o maior já registrado pela pesquisa.

Os trabalhadores subutilizados no país engloba os desempregados, aqueles que estão subocupados (menos de 40 horas semanais trabalhadas) e os que fazem parte da força de trabalho potencial (não estão procurando emprego por motivos diversos).

No 4º trimestre de 2017, a taxa de subutilização da força de trabalho tinha ficado em 23,6%, reunindo 26,4 milhões de pessoas. Já a taxa média anual para 2017 ficou em 23,8%.

A taxa de desemprego subiu para 13,1% no 1º trimestre, atingindo cerca de 13,7 milhões de brasileiros, segundo já havia sido divulgado anteriormente pelo IBGE. As maiores taxas de desocupação foram registradas no Amapá (21,5%), Bahia (17,9%), Pernambuco (17,7%), Alagoas (17,7%) e Maranhão (15,6%). Já as menores em Santa Catarina (6,5%), Mato Grosso do Sul (8,4%), Rio Grande do Sul (8,5%) e Mato Grosso (9,3%).

Número recorde de desalentados

O universo de desalentados passou de 4,3 milhões no último trimestre de 2017 para 4,6 milhões de pessoas no 1º trimestre. Também o maior número da série histórica. "A população desalentada é definida como aquela que estava fora da força de trabalho por uma das seguintes razões: não conseguia trabalho adequado, ou não tinha experiência ou qualificação, ou era considerado muito jovem ou idosa, ou não havia trabalho na localidade em que residia – e que, se tivesse conseguido trabalho, estaria disponível para assumir a vaga", explica o IBGE.

Do total de desalentados do país, 60,6% estavam no Nordeste (2,8 milhões e pessoas). Entre as unidades da federação, os maiores contingentes estavam na Bahia (805 mil) e Maranhão (430 mil).

Carteira assinada em queda

No 1º trimestre, 75,4% dos empregados no setor privado tinham carteira de trabalho assinada, 1,2 ponto percentual a menos na comparação anual, uma redução de 408 mil pessoas. O contingente de 32,9 milhões trabalhadores também foi menor de toda a série da pesquisa, iniciada em 2012. Em 4 das 5 regiões, houve queda. Em relação ao 1º trimestre de 2017, houve alta dessa estimativa apenas na região Norte (de 59,9% para 62,9%).

Já o rendimento médio real de todos os trabalhos ficou estável no 1º trimestre, segundo o IBGE, e foi estimado em R$ 2.169 por mês.

Desemprego é maior entre pretos, pardos e mulheres

A taxa de desemprego dos que se declararam brancos ficou em 10,5% no 1º trimestre, abaixo da média nacional (13,1%), enquanto a dos pretos (16,0%) e a dos pardos (15,1%) ficou acima. Atualmente, os pardos representavam 48,1% da população fora da força, seguidos pelos brancos (42,5%) e pelos pretos (8,4%).

O desemprego também atinge mais as mulheres do que os homens, mesmo com o universo feminino sendo a maioria na população em idade de trabalhar (52,4%). A taxa de desocupação no 1º trimestre foi de 11,6% para homens e de 15% para mulheres. Segundo o IBGE, o nível da ocupação dos homens no 1º trimestre ficou em 63,6% e o das mulheres, em 44,5%.


Fonte/G1










Plantão

.
26/05/2018 - 15:36   Caminhoneiros continuam protesto de forma pacífica em Mato Grosso do Sul
26/05/2018 - 15:21   Preso em batalhão dos bombeiros, Azeredo tem comida especial
26/05/2018 - 15:18   Miss Brasil 2017 diz que nova vencedora precisa ter ´gingado, brilho e borogodó´
26/05/2018 - 15:15   Com 66% dos votos, Irlanda decide pela legalização do aborto
26/05/2018 - 15:07   Seleção recebe familiares na Granja, e Marquezine visita Neymar
26/05/2018 - 14:02   Após negar redução do ICMS, governador se diz “a disposição das categorias”
26/05/2018 - 09:27   Festival América do Sul Pantanal movimenta Corumbá até domingo
26/05/2018 - 09:25   De topless, Bruna Marquezine deixa tatuagem a mostra em foto
26/05/2018 - 09:22   Homem é morto com facada nas costas enquanto escolhia músicas em bar
26/05/2018 - 09:20   Governo publica decreto que autoriza uso das Forças Federais
26/05/2018 - 09:19   Mega-Sena acumulada pode pagar prêmio de R$ 10 milhões neste sábado
26/05/2018 - 09:18   Homem é morto a tiros durante tentativa de assalto
26/05/2018 - 09:17   Soldado do Exército é preso acusado de furto de bicicleta
26/05/2018 - 09:15   Novoperário e Corumbaense buscam vagas na 2ª fase do Brasileiro
26/05/2018 - 09:14   Indígena é executado a tiros em plena luz do dia e polícia investiga
26/05/2018 - 09:13   Hospital Cassems cria oportunidades para jovens em situação de risco
25/05/2018 - 20:15   Itaporã fará ação mobilizadora no Dia Mundial sem Tabaco
25/05/2018 - 20:00   Itaporã fica sem transporte universitário até final da greve dos caminhoneiros
25/05/2018 - 14:43   Em reunião inédita, governador ouve demandas de cada um dos segmentos industriais do Estado
25/05/2018 - 12:35   Governo usará Exército para desobstruir rodovias, diz fonte
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!