Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018





Frente fria e chuva não mudam cenário de quebra na safrinha
Produção deverá ficar em 7,65 mi de toneladas nas lavouras de MS


17 de Maio de 2018 - 11:00           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Seca reduziu também expectativa de produtividade das áreas de 85 sacas para 75 sacas, até o momento segundo Aprosoja -

 
 
Passagem de frente fria por Mato Grosso do Sul no último fim de semana pouco contribuiu para mudar a estiagem severa que castiga as principais regiões produtoras do milho safrinha no Estado, algumas delas há mais de 30 dias. De acordo com última circular da Associação de Produtores de Soja do Estado (Aprosoja-MS), divulgada nesta semana, a produção terá queda de 19,8% no volume de grãos, saindo de 9,8 milhões de toneladas na safra 2016/2017 para 7,65 milhões de toneladas na safra 2017/2018. A produtividade está estimada em 75,0 sacas por hectare, recuo de 10 sacas em relação ao índice estimado no início do plantio, enquanto a redução da área plantada nesta safra é de 8,21% em relação ao ciclo anterior, passando de 1,8 milhão para 1,7 de milhão de hectares. 

Dentre as sete regiões monitoradas pelo Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga), sete permanecem em estresse hídrico (respectivamente o sudeste, sul-fronteira, sul, centro-oeste, centro-sul e centro), embora em duas delas tenha sido registrada precipitação em um único dia, variando entre 10 e 30 milímetros. Somente na região norte, “o regime hídrico segue dentro da normalidade”, apontou o mapeamento, realizado entre os dias 7 e 10 deste mês.

MERCADO

Apesar das condições climáticas desfavoráveis no campo, o boletim da Aprosoja aponta que o preço da saca do milho em Mato Grosso do Sul apresentou alta entre 4 e 11 de maio. O cereal foi cotado em R$ 33,81 no período, valorização de 4,84%. No acumulado do mês a elevação foi de 12,24%. No comparativo com maio do ano passado houve alta nominal de 60,4%.










Plantão

.
20/08/2018 - 23:27   APAE de Itaporã abre a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla
20/08/2018 - 22:49   Uma mulher foi presa e acusada de embriaguez ao volante em Itaporã
20/08/2018 - 16:39   Carreata do Zé Gotinha alerta sobre importância da vacinação infantil
20/08/2018 - 16:25   MPE pede que TSE recuse candidatura de Lula: ´Está inelegível´
20/08/2018 - 16:16   TRE-MS disponibiliza sistema para denúncias de práticas eleitorais ilegais
20/08/2018 - 16:15   Menina denuncia padrasto após estupros em série
20/08/2018 - 16:14   Fechamento de fronteira com Venezuela é impensável, diz Etchegoyen
20/08/2018 - 16:13   Baixa procura faz aérea cancelar voo entre Campo Grande e Assunção
20/08/2018 - 16:08   Estudante assassinada no Paraguai é filha de ex-prefeito no MT
20/08/2018 - 15:40   Governo define medidas para solucionar entrada de venezuelanos em Roraima
20/08/2018 - 14:35   Mais de 500 candidatos usam títulos religiosos no nome de urna
20/08/2018 - 14:05   Papa apela a católicos que ajudem a combater abusos
20/08/2018 - 13:56   Exército diz que 1,2 mil venezuelanos saíram do Brasil após violência
20/08/2018 - 13:45   Sicredi celebra 30 anos com festa para família no Belmar Fidalgo na véspera do aniversário da Capital
20/08/2018 - 13:35   Plano econômico de Nicolás Maduro entra em vigor na Venezuela
20/08/2018 - 13:03   Acusado da morte de Elvis Neguinho tem prisão preventiva decretada
20/08/2018 - 12:50   Felipe Fraga e Ricardo Zonta foram os ´nomes´ da sétima etapa da Stock Car
20/08/2018 - 12:35   Polícia apreende 800 mil maços de cigarros km 21 da BR-463 em Dourados
20/08/2018 - 12:25   Rauali Kind Mascarenhas é o novo Delegado de Policia Civil em Itaporã
20/08/2018 - 12:20   Alckmin pode perder tempo de propaganda na TV e rádio
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!