Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019





Frente fria e chuva não mudam cenário de quebra na safrinha
Produção deverá ficar em 7,65 mi de toneladas nas lavouras de MS


17 de Maio de 2018 - 11:00           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Seca reduziu também expectativa de produtividade das áreas de 85 sacas para 75 sacas, até o momento segundo Aprosoja -

 
 
Passagem de frente fria por Mato Grosso do Sul no último fim de semana pouco contribuiu para mudar a estiagem severa que castiga as principais regiões produtoras do milho safrinha no Estado, algumas delas há mais de 30 dias. De acordo com última circular da Associação de Produtores de Soja do Estado (Aprosoja-MS), divulgada nesta semana, a produção terá queda de 19,8% no volume de grãos, saindo de 9,8 milhões de toneladas na safra 2016/2017 para 7,65 milhões de toneladas na safra 2017/2018. A produtividade está estimada em 75,0 sacas por hectare, recuo de 10 sacas em relação ao índice estimado no início do plantio, enquanto a redução da área plantada nesta safra é de 8,21% em relação ao ciclo anterior, passando de 1,8 milhão para 1,7 de milhão de hectares. 

Dentre as sete regiões monitoradas pelo Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (Siga), sete permanecem em estresse hídrico (respectivamente o sudeste, sul-fronteira, sul, centro-oeste, centro-sul e centro), embora em duas delas tenha sido registrada precipitação em um único dia, variando entre 10 e 30 milímetros. Somente na região norte, “o regime hídrico segue dentro da normalidade”, apontou o mapeamento, realizado entre os dias 7 e 10 deste mês.

MERCADO

Apesar das condições climáticas desfavoráveis no campo, o boletim da Aprosoja aponta que o preço da saca do milho em Mato Grosso do Sul apresentou alta entre 4 e 11 de maio. O cereal foi cotado em R$ 33,81 no período, valorização de 4,84%. No acumulado do mês a elevação foi de 12,24%. No comparativo com maio do ano passado houve alta nominal de 60,4%.










Plantão

.
17/01/2019 - 09:00   Ex-presidente do Naviraiense é condenado por desviar R$ 247 mil
17/01/2019 - 08:54   Mais de 6,4 mil microempresas devem R$ 136 milhões à Receita
17/01/2019 - 08:43   Alerta de tempestade para 8 cidades e calorão de 38°C em MS nesta quinta-feira
17/01/2019 - 08:40   DOF apreende dois veículos com contrabando do Paraguai na MS-141
17/01/2019 - 08:39   Em 15 dias, Corumbá lidera ranking de queimadas no Brasil
17/01/2019 - 08:33   Com rival de Marcelo Piloto na mira, polícia vai às ruas para prender 19
17/01/2019 - 08:24   Ex-candidato a prefeito e tio de Pavão é morto em ataque de grupo armado
17/01/2019 - 08:20   Em Corumbá, banco fiscaliza ocupações irregularidades em imóveis do Minha Casa, Minha Vida
17/01/2019 - 08:16   Em Rio Brilhante, adolescente é flagrado abusando da prima de 5 anos
17/01/2019 - 08:04   Em Caarapó, homem simula sequestro para enganar mãe e acaba preso
17/01/2019 - 08:00   Corpo de jovem é encontrado às margens da BR-163 em Juti
17/01/2019 - 07:47   Mãe salva por filho de assalto tentou correr atrás de bandidos
17/01/2019 - 07:40   Com faca, assaltante aterroriza jovens e acaba preso em Dourados
17/01/2019 - 07:20   Em Glória de Dourados, PM prende homem que esfaqueou ex-mulher
17/01/2019 - 07:00   Em Campo Grande, atentado tem batida, dois mortos e adolescente baleado
17/01/2019 - 06:50   Ator de Tropa de Elite sofre acidente e é internado em estado grave
17/01/2019 - 06:30   Depois de decreto, dobra número de procura por armas em lojas
17/01/2019 - 06:20   PF prende suspeito de participar de assassinato de líderes do PCC
17/01/2019 - 06:18   Como passar despercebido no WhatsApp mesmo conectado? 3 truques para alcançá-lo
17/01/2019 - 06:00   Trabalhadores são internados em Caarapó, após passarem mal por causa de agrotóxico
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!