Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018





Ex-PM investigado por morte de Marielle diz que família sofre ameaças



16 de Maio de 2018 - 09:44           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 
O advogado Renato Darlan, que defende o ex-PM Orlando Oliveira de Araújo, suspeito de envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco, afirmou, em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (15), que a família do ex-PM está sendo vítima de ameaças.

A mulher do suspeito, que pediu para não ser identificada, disse que teve que sair de casa com a família e parentes e que também não está indo trabalhar. Ela relatou que teve uma das cercas elétricas de sua casa cortada.

Também conhecido como Orlando de Curicica, Araújo é apontado como membro de uma milícia da zona oeste do Rio e já estava preso preventivamente por um assassinato ocorrido em 2015, além de outros crimes, quando uma testemunha o apontou como um dos mandantes da morte de Marielle. Ele nega.

Segundo seu advogado, Orlando disse ter sofrido tentativa de envenenamento no presídio de Bangu. "Um carcereiro revelou a ele que ofereceram R$ 1 milhão para envenenar a comida", disse Darlan, afirmando ainda que o suspeito já está sem comer há cinco dias.

A defesa do ex-PM também pediu, nesta terça, o afastamento do titular da Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio, Giniton Lages, que, segundo o defensor, teria "cometido várias ilegalidades", como intimidação e coação de Orlando, para ele assumir a participação no crime.

"Orlando contou que recebeu a visita do Giniton Lages que o obrigou a assumir o crime. Ele (Giniton) disse que só queria prender o vereador Marcello Siciliano e me daria o perdão legal", afirmou Darlan. Nas palavras do advogado, a suposta intimidação do titular da DH foi um "blefe de iniciante.

Segundo Darlan, Giniton teria dito a seu cliente que, caso ele não assumisse o envolvimento, Orlando seria imputado em outros dois homicídios, entre eles o de Carlos Alexandre Pereira, um assessor de Siciliano.

O advogado finalizou a entrevista desta terça dizendo que, em depoimento a ser prestado na quarta (16) à Polícia Civil e ao Ministério Público, Orlando vai revelar informações e nomes que comprometem a tese do envolvimento dele com o assassinato de Marielle.










Plantão

.
21/08/2018 - 11:19   Carro carregado com maconha é apreendido na Capital
21/08/2018 - 11:19   Mega pode pagar prêmio de R$ 27,5 milhões amanhã
21/08/2018 - 11:18   Safra de cana estimada em 635 milhões de toneladas terá produção de 30 bilhões de litros de etanol
21/08/2018 - 10:36   Quer ser piloto de drone? Curso do Senai da Capital ensina como
21/08/2018 - 10:20   Polícia flagra caminhonete com meia tonelada de agrotóxico chinês
21/08/2018 - 10:19   Inadimplência do consumidor atinge 61,6 milhões no país
21/08/2018 - 10:18   Multas de trânsito já podem ser parceladas com cartão de crédito
21/08/2018 - 09:58   Vereadora Lourdes Struziati solicita Cascalhamento da ITA-35 , principal acesso ao Clube de Campo.
21/08/2018 - 09:35   Federação ajusta última rodada do Estadual Sub-19
21/08/2018 - 09:31   Traficante é preso acusado de vender droga próximo Escola Efantina no Flórida II
21/08/2018 - 09:30   Homem tenta incendiar a casa da ex-sogra para se vingar
21/08/2018 - 09:01   Morre aos 61 anos o jornalista Otavio Frias Filho
21/08/2018 - 09:00   Eleições 2018: 75% dos deputados federais devem se reeleger
21/08/2018 - 08:58   Inmet aponta para queda de temperatura em MS ao longo desta terça-feira
20/08/2018 - 23:27   APAE de Itaporã abre a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla
20/08/2018 - 22:49   Uma mulher foi presa e acusada de embriaguez ao volante em Itaporã
20/08/2018 - 16:39   Carreata do Zé Gotinha alerta sobre importância da vacinação infantil
20/08/2018 - 16:25   MPE pede que TSE recuse candidatura de Lula: ´Está inelegível´
20/08/2018 - 16:16   TRE-MS disponibiliza sistema para denúncias de práticas eleitorais ilegais
20/08/2018 - 16:15   Menina denuncia padrasto após estupros em série
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!