Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 19 de Junho de 2018





Ex-PM investigado por morte de Marielle diz que família sofre ameaças



16 de Maio de 2018 - 09:44           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 
O advogado Renato Darlan, que defende o ex-PM Orlando Oliveira de Araújo, suspeito de envolvimento na morte da vereadora Marielle Franco, afirmou, em entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (15), que a família do ex-PM está sendo vítima de ameaças.

A mulher do suspeito, que pediu para não ser identificada, disse que teve que sair de casa com a família e parentes e que também não está indo trabalhar. Ela relatou que teve uma das cercas elétricas de sua casa cortada.

Também conhecido como Orlando de Curicica, Araújo é apontado como membro de uma milícia da zona oeste do Rio e já estava preso preventivamente por um assassinato ocorrido em 2015, além de outros crimes, quando uma testemunha o apontou como um dos mandantes da morte de Marielle. Ele nega.

Segundo seu advogado, Orlando disse ter sofrido tentativa de envenenamento no presídio de Bangu. "Um carcereiro revelou a ele que ofereceram R$ 1 milhão para envenenar a comida", disse Darlan, afirmando ainda que o suspeito já está sem comer há cinco dias.

A defesa do ex-PM também pediu, nesta terça, o afastamento do titular da Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio, Giniton Lages, que, segundo o defensor, teria "cometido várias ilegalidades", como intimidação e coação de Orlando, para ele assumir a participação no crime.

"Orlando contou que recebeu a visita do Giniton Lages que o obrigou a assumir o crime. Ele (Giniton) disse que só queria prender o vereador Marcello Siciliano e me daria o perdão legal", afirmou Darlan. Nas palavras do advogado, a suposta intimidação do titular da DH foi um "blefe de iniciante.

Segundo Darlan, Giniton teria dito a seu cliente que, caso ele não assumisse o envolvimento, Orlando seria imputado em outros dois homicídios, entre eles o de Carlos Alexandre Pereira, um assessor de Siciliano.

O advogado finalizou a entrevista desta terça dizendo que, em depoimento a ser prestado na quarta (16) à Polícia Civil e ao Ministério Público, Orlando vai revelar informações e nomes que comprometem a tese do envolvimento dele com o assassinato de Marielle.










Plantão

.
19/06/2018 - 16:59   MS está em alerta após caso de poliomielite ser detectado na Venezuela
19/06/2018 - 14:50   Cadastro para atuar como Mesário Voluntário está aberto
19/06/2018 - 14:40   Bombeiros são acionados para combater incêndio na Linha do Potreirito
19/06/2018 - 14:38   Pecuarista é morto a tiros em cidade paraguaia ao lado de Paranhos
19/06/2018 - 14:30   ProUni oferece 174 mil vagas; inscrições começam dia 26
19/06/2018 - 14:27   Após matar homem perto de delegacia, pistoleiros foram perseguidos até Paraguai
19/06/2018 - 14:20   Senegal aproveita bobeiras da Polônia e vence em Moscou
19/06/2018 - 14:16   Dois jogos abrem rodada da Série B nesta terça
19/06/2018 - 14:15   STF começa julgamento de ação penal contra Gleisi e Paulo Bernardo
19/06/2018 - 13:24   Sem atingir meta, municipio de Itaporã prorroga vacinação contra a gripe até o dia 22
19/06/2018 - 10:10   Confira os projetos que estão sendo aprovados na Câmara de Itaporã
19/06/2018 - 09:40   Jessica Ellen faz ensaio nu e celebra ´iniciar novos ciclos´
19/06/2018 - 09:30   Inscrições para 500 vagas na Polícia Federal começam nesta terça
19/06/2018 - 09:20   Veículos roubados em São Paulo são recuperados em MS
19/06/2018 - 09:00   Solto pela justiça, casal volta a ser preso por assassinato de deficiente
19/06/2018 - 08:50   Copa do Mundo tem hoje últimas estreias e o início da 2ª rodada
19/06/2018 - 08:40   Dourados e Ponta Porã recebem amanhã partidas remarcadas do sub-17
19/06/2018 - 08:30   Copom inicia nesta terça-feira reunião para definir nova taxa Selic
19/06/2018 - 08:20   Ex-ministro Eliezer Batista, pai de Eike Batista, morre aos 94 anos no Rio
19/06/2018 - 08:10   Editora UEMS recebe a partir do dia 25 obras para publicação
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!