Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017





Detentos do Presídio Federal fazem greve de fome em ato nacional
Além da unidade em Campo Grande, há movimento no PR e no RN


11 de Novembro de 2017 - 14:32           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Detentos do Presídio Federal fazem greve de fome em ato nacional

 
 

O Ministério da Justiça confirmou hoje que detentos do Presídio Federal em Campo Grande e de outras duas unidades (Catanduvas - PR e Mossoró - RN) fazem greve de fome como forma de protesto. Ao todo, 112 presos recusaram-se a receber alimentação.

“Eles dizem que procedem deste modo por serem contra a ‘opressão do sistema penitenciário federal’. Cabe ressaltar que os presos que estão no sistema penitenciário federal não sofrem nenhum tipo de opressão”, informou nota do ministério, divulgada pela revista Veja hoje pela manhã.

No Brasil, 34 presídios estaduais e federais, em sete estados, registram algum tipo de movimento promovido pelos presidiários. Em alguns casos há rebeliões violentas, como é o caso de Cascavel (PR), onde dois detentos foram assassinados e três agentes penitenciários foram mantidos reféns. Os servidores foram liberados ao longo de sexta-feira (10) e o último, hoje pela manhã.

A Veja informou que em Mato Grosso, Acre e Pará os governos ligaram os atos a ordens de facções criminosas.

Em Cascavel, onde a rebelião foi mais grave, o governo paranaense divulgou que o motim foi encerrado hoje pela manhã e confirmou que os presos estenderam uma faixa com a sigla PCC, que é o nome da facção criminosa paulista que está disseminada no país, Primeiro Comando da Capital. A rebelião na Penitenciária Estadual de Cascavel durou dois dias.

O jornal O Estado de S. Paulo divulgou que no Rio de Janeiro, o Comando Vermelho liderou uma greve de fome em 12 presídios do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu. Esse protesto começou na quarta-feira (8), um dia antes da rebelião em Cascavel.

"A greve de fome está em consonância com a ordem que partiu de uma determinada organização criminosa que atua em todo País", divulgou o Instituto de Administração Penitenciária do Acre, onde detentos do Presídio Francisco D´Oliveira Conde, em Rio Branco, não aceitam receber alimentação. As informações foram divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo.











Plantão

.
18/11/2017 - 12:25   PM flagra viajante do tempo que alerta para invasão alienígena em MS
18/11/2017 - 11:47   Assembleia Marina critica revogação da prisão de deputados do RJ
18/11/2017 - 11:42   Governo anuncia liberação de R$ 7,5 bilhões para gastos dos ministérios
18/11/2017 - 11:40   Em 2018, Mundial de surfe terá etapa em piscina de ondas de Kelly Slater
18/11/2017 - 11:32   Governo federal descontingencia R$ 7,5 bilhões do Orçamento
18/11/2017 - 11:29   Pagamento do PIS movimenta R$ 14 milhões no Estado
18/11/2017 - 11:27   Corpo de homem é encontrado carbonizado dentro de carro
18/11/2017 - 10:59   Exército mata dois e fere suspeito perto de instalação militar no Rio
18/11/2017 - 10:42   Tênis Melo e Kubot se classificam para decisão do ATP Finals
18/11/2017 - 10:38   Projeto escolar de Campo Grande ensina igualdade das diferenças
18/11/2017 - 10:15   Homem é morto com tiro na cabeça e polícia investiga o caso
18/11/2017 - 10:00   Aniversariante: Hoje os parabéns vai para a princesinha Silveni Nonato
18/11/2017 - 09:40   Corinthians quer tratar renovação de Danilo na próxima semana
18/11/2017 - 09:07   Com bebê no colo, adolescente é vítima de tentativa de estupro
18/11/2017 - 08:58   Tráfico Dois são presos com mala contendo 12 kg de maconha
18/11/2017 - 08:45   Everson Barros era foragido e foi preso no bairro Santo Eugênio
18/11/2017 - 08:19   Justiça marca audiência sobre morte e estupro de Kauan
18/11/2017 - 07:20   Odilon fecha as portas para aliança com outros partidos na sucessão
18/11/2017 - 07:00   Indignada com acidente da filha moradora de Itaporã promove abaixo-assinado
17/11/2017 - 15:05   Governo tenta liberação de R$ 30 milhões da União para custeio da Santa Casa
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!