Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sábado, 19 de Janeiro de 2019





Delegacia de Homicídios vai investigar execução a tiros de AK-47 e rifle
Vítima é policial aposentado, chefe da segurança da Assembleia Legislativa


11 de Junho de 2018 - 12:52           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

A Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Homicídio (DEH) ficou encarregada de investigar a execução do policial militar aposentado Ilson Martins de Figueiredo, de 62 anos, ocorrida na manhã desta segunda-feira, em Campo Grande. Segundo o delegado Hoffman D´Ávilla Cândido e Souza, plantonista responsável pelo registro da ocorrência, a vítima foi perseguida de carro e morta a tiros de fuzil AK-47 e de rifle 5.56.

O delegado não quis entrar em detalhes sobre o caso, mas informou que o primeiro sargento, gerente de segurança da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, foi atingido por vários disparos. No local, a perícia marcou pelo menos 17 pontos de evidências, onde haviam cápsulas deflagradas, carregador e extensor de coronha. A motivação ainda não foi revelada, mas diante das circunstâncias, não é descartada possibilidade de acerto de contas. 

Titular da DEH, Márcio Shiro Obara acompanhou o trabalho da perícia e do colega plantonista, mas preferiu não comentar o caso por enquanto, para não atrapalhar as investigações. Conforme noticiado, a Ilson seguia pela Avenida Guaicurus em um veículo Kia Sportage, quando por volta das 06h15 da manhã, foi cercado pelos executores que supostamente estariam em uma picape Toro e começaram a atirar. 

O militar aposentado perdeu o controle da direção e bateu no muro de um galpão, em frente a uma empresa de engenharia, onde foi executado. Depois do crime, a Toro foi encontrada incendiada na Rua Piracanjuba, nas imediações da BR-163. A suspeita é de que tenham queimado o veículo como forma de eliminar provas. No carro da vítima foi encontrada uma arma de fogo. Os materiais apreendidos serão periciados.
 











Plantão

.
19/01/2019 - 09:47   Hoje é dia de churrasco no Restaurante e Choperia Rei dos Espetos
19/01/2019 - 09:17   Jovem comete suicídio após escrever bilhete e trocar mensagens com a namorada
19/01/2019 - 09:15   Campanha vai orientar pescadores sobre proibição da pesca ao Dourado em MS
19/01/2019 - 09:12   A dessalinização da água do mar pode acabar com a sede
19/01/2019 - 09:08   Resumo de Novelas: Ondina provoca Sampaio, expondo seu amor por Valentina
19/01/2019 - 08:42   WhatsApp limita compartilhamento de mensagens para até 5 pessoas
19/01/2019 - 08:34   Novidades Netflix: Serial killers, genocídios e zumbis estão nos originais da semana
19/01/2019 - 08:31   Previdência: reforma chega ao Congresso em meados de fevereiro
19/01/2019 - 08:30   Funcionária de peixaria é importunada sexualmente e homem é preso em flagrante
19/01/2019 - 08:25   Homem com sinais de embriaguez morre ao cair da cachoeira do Inferninho
19/01/2019 - 08:21   Justiça tenta localizar 70 mil devedores ´desaparecidos´ de Campo Grande
19/01/2019 - 08:18   Jovem é preso após ser flagrado pichando bancos da Orla Morena
19/01/2019 - 08:15   Com 17 mil inscritos, concurso do IFMS aplica prova amanhã em Campo Grande
19/01/2019 - 08:12   Guia do futebol: o que você precisa saber sobre o 41º Estadual de MS
19/01/2019 - 08:10   Ceptec emite alerta de chuvas intensas em todo o Estado, mas calorão continua
19/01/2019 - 08:07   Morador de rua tenta furtar veículo de dentro de casa e é linchado por vizinhos
19/01/2019 - 07:45   Operação reforça abordagens a suspeitos e veículos na fronteira
19/01/2019 - 07:37   Cleo Pires arrasa de topless na praia e comenta o bronze: "torrada na foto"
19/01/2019 - 07:35   Estadual de futebol começa hoje com estreia do tigre douradense
19/01/2019 - 07:30   Marcelo Yuka, fundador d´O Rappa, morre aos 53 anos no RJ
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!