Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019





Comércio e serviço público são responsáveis por 37% das ocupações em MS
O estado conta com 1.262.000 pessoas inseridas no mercado de trabalho formal


09 de Novembro de 2018 - 13:40           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

A Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) Contínua, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, revelou que em Mato Grosso do Sul, das 1.262.000 pessoas ocupadas no mercado de trabalho formal, 37,1% estão inseridas no comércio e no serviço público. 

Especificamente, são 19,2% empregadas no comércio e empresas de manutenção de veículos, e outras 17,9% na administração pública, defesa e seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais.

O estudo analisa a evolução da empregabilidade formal no Estado entre pessoas a partir dos 14 anos durante o período de 2012 a 2017. 


Além disso, o levantamento mostra em que setores há o maior número de ocupações. Além do comércio e o serviço público, o setor agrícola também possui uma expressiva parcela de empregabilidade com 12,3% das ocupações.

Turno de trabalho

Em 2017, 91,7% das pessoas ocupadas em MS trabalhavam no turno diurno. O percentual é referente a 1.157.000 empregados. As outras 105 mil pessoas trabalhavam em turno noturno ou parcialmente noturno, representando 8,3% do total.

Ao longo da série histórica da pesquisa, verificou-se proporção menor de homens ocupados trabalhando no turno diurno quando comparada à observada entre as mulheres. 

Em 2017, 93,8% das mulheres ocupadas trabalhavam nesse turno, ao passo que entre os homens essa proporção era de 90,1%. 

A nível nacional, o número de ocupações saltou 1,4% entre 2012 e 2017. No primeiro ano foram contabilizados 89,7 milhões de empregos formais, sendo que no ano passado o número era de 91,4 milhões.

 

 











Plantão

.
17/01/2019 - 09:00   Ex-presidente do Naviraiense é condenado por desviar R$ 247 mil
17/01/2019 - 08:54   Mais de 6,4 mil microempresas devem R$ 136 milhões à Receita
17/01/2019 - 08:43   Alerta de tempestade para 8 cidades e calorão de 38°C em MS nesta quinta-feira
17/01/2019 - 08:40   DOF apreende dois veículos com contrabando do Paraguai na MS-141
17/01/2019 - 08:39   Em 15 dias, Corumbá lidera ranking de queimadas no Brasil
17/01/2019 - 08:33   Com rival de Marcelo Piloto na mira, polícia vai às ruas para prender 19
17/01/2019 - 08:24   Ex-candidato a prefeito e tio de Pavão é morto em ataque de grupo armado
17/01/2019 - 08:20   Em Corumbá, banco fiscaliza ocupações irregularidades em imóveis do Minha Casa, Minha Vida
17/01/2019 - 08:16   Em Rio Brilhante, adolescente é flagrado abusando da prima de 5 anos
17/01/2019 - 08:04   Em Caarapó, homem simula sequestro para enganar mãe e acaba preso
17/01/2019 - 08:00   Corpo de jovem é encontrado às margens da BR-163 em Juti
17/01/2019 - 07:47   Mãe salva por filho de assalto tentou correr atrás de bandidos
17/01/2019 - 07:40   Com faca, assaltante aterroriza jovens e acaba preso em Dourados
17/01/2019 - 07:20   Em Glória de Dourados, PM prende homem que esfaqueou ex-mulher
17/01/2019 - 07:00   Em Campo Grande, atentado tem batida, dois mortos e adolescente baleado
17/01/2019 - 06:50   Ator de Tropa de Elite sofre acidente e é internado em estado grave
17/01/2019 - 06:30   Depois de decreto, dobra número de procura por armas em lojas
17/01/2019 - 06:20   PF prende suspeito de participar de assassinato de líderes do PCC
17/01/2019 - 06:18   Como passar despercebido no WhatsApp mesmo conectado? 3 truques para alcançá-lo
17/01/2019 - 06:00   Trabalhadores são internados em Caarapó, após passarem mal por causa de agrotóxico
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!