Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018





Apesar de surto, nova campanha contra febre amarela está descartada em MS



12 de Janeiro de 2018 - 15:48           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

Apesar do surto de febre amarela silvestre na região sudeste do Brasil, onde 21 mortes foram registradas até esta sexta-feira (12), apenas no estado de São Paulo, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) descartou a possibilidade de uma nova campanha de vacinação em Mato Grosso do Sul.

De acordo com a SES, como Mato Grosso do Sul faz parte do grupo de 21 estados considerados endêmicos pelo Ministério da Saúde, até o momento não há necessidade de novas ações, já que o surto da doença nessas localidades não oferece risco à população do estado.

A Secretaria reforça que, para realização de uma nova campanha seria necessária uma recomendação do Ministério e que até o momento isso não ocorreu.

Segundo a secretaria, pessoas que vêm das regiões onde há registro de casos recentes da doença para Mato Grosso do Sul, devem realizar a imunização em seus estados. Conforme a SES, os estoques de vacina da doença estão normalizados e disponíveis para a população nas unidades de saúde do estado, caso seja necessário posteriormente.

Surto

Os primeiros casos da doença ocorreram ainda em outubro do ano passado, onde 10 casos foram registrados em São Paulo. Na ocasião, a Secretaria de Saúdo do estado informou que todas as pessoas infectadas moravam na região do dos parques Horto Forestal e Cantareira, região norte do município.

À época, mortes de macacos também foram registradas e o parque chegou a ser fechado. Até o momento, há registro de mortes também em Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Segundo o Instituto Adolfo Lutz, onde os testes nos animais são feitos, entre julho de 2016 e janeiro de 2018, 2.491 mortes de macacos foram registradas. Destes, 617 estavam contaminados pela febre amarela, 61,5% apenas na cidade de Campinas.

Uma lista com o nome das cidades que o Ministério da Saúde recomenda a vacinação contra a doença pode ser consultada aqui.

Contágio

A contaminação ocorre quando um ser humano ou um primata é picado pelo mosquito transmissor da doença, Haemagogus, para febre amarela silvestre, e Aedes aegypti, para febre amarela urbana.

doença ocorre da seguinte maneira: na fase inicial, há ocorrência de dores de cabeça, febre, perda de apetite, náuseas e vômito e dores musculares, principalmente na região das costas.

Na fase tóxica, os sintomas são agravados e podem ser registrados sintomas febres altas, amarelamento de pele e olhos, sangramento da boca, nariz, olhos e estômagos, vômitos, órgão como fígado e rins são comprometidos, dores abdominais e escurecimento da urina.











Plantão

.
20/09/2018 - 14:20   Oito cidades registram alto índice de incidência de dengue em Mato Grosso do Sul
20/09/2018 - 14:00   Com calcinha recheada de dinheiro falso, mulher é presa quando aplicava golpe
20/09/2018 - 14:00   Com calcinha recheada de dinheiro falso, mulher é presa quando aplicava golpe
20/09/2018 - 13:50   Após vencer caso na Justiça, Claudia Rodrigues volta a trabalhar na Globo
20/09/2018 - 13:40   Motorista bate em moto de agente penitenciário, foge sem prestar socorro e colegas fazem manifestação
20/09/2018 - 13:30   Dr. Rey é denunciado por assédio sexual por universitária
20/09/2018 - 13:20   Operação Fronteira Segura é deflagrada no combate ao tráfico de drogas e armas
20/09/2018 - 13:00   Gorete Milagres volta à TV com personagem em Malhação
20/09/2018 - 12:34   Senai monta showroom de soluções para indústria do vestuário no ´Sebrae Inspira´
20/09/2018 - 12:31   Sesi abre inscrições para palestra "IST/HIV e Combate ao uso de Drogas" em 4 cidades
20/09/2018 - 12:29   Sesi de Tocantins conhece modelo de negócios do Sesi de Mato Grosso do Sul
20/09/2018 - 12:12   Itaporã é vice-campeã de Judô dos JOJUMS 2018
20/09/2018 - 09:09   Mulher é presa com tabletes de maconha que iriam para Goiás
20/09/2018 - 09:07   Ipea confirma tendência ao desalento no mercado de trabalho
20/09/2018 - 08:57   Pernambucanos são presos na região por golpe da dedetização
20/09/2018 - 08:55   Carreta que saiu de Dourados tomba após motorista perder o controle
20/09/2018 - 08:53   ONU apela para que indígenas tenham mais atenção das autoridades
20/09/2018 - 08:50   Agente fica ferido em acidente no mesmo local onde colega morreu
20/09/2018 - 08:50   Delegacia que municiava Odilon vai investigá-lo
20/09/2018 - 08:47   Puccinelli faz 2 meses na prisão sem perspectiva de ter novo HC julgado
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!