Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quarta-feira, 25 de Abril de 2018





UFN3 deverá ser retomada em março ao custo de R$ 2 bilhões
Com 80% das obras concluídas, valor seria necessário para colocar fábrica em operação


12 de Outubro de 2017 - 08:41           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

As obras da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados  da Petrobras em Mato Grosso do Sul, abandonadas há três anos, devem ser retomadas até março do próximo ano e deverão custar, ao novo comprador, um investimento extra de R$ 2 bilhões para concluir o projeto. A construção parou em dezembro de 2014, quando a estatal rompeu contrato com o consórcio até então responsável, composto pelas empresas Galvão Engenharia – denunciada na Lava-Jato – e Sinopec.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Três Lagoas, Antônio Luiz Teixeira Empke Júnior, a expectativa é que tanto a conclusão do processo de venda quanto a retomada efetiva da construção corram no primeiro trimestre do próximo ano. “Está sendo feito todo um planejamento estratégico para essa venda. Então, a nossa expectativa é que até março ocorra a retomada da obra. Está sendo feito um planejamento estratégico para que a venda e retomada se concretize”, destacou.

No entanto, os quase três anos de paralisação aumentaram o custo do projeto. Quando paralisada, estimava-se que a obra, com 80,95% do projeto executado, havia consumido em torno de R$ 3 bilhões – dos R$ 3,2 bilhões previstos inicialmente. Agora, explicou o secretário,  serão necessários mais R$ 2 bilhões para concluir o projeto. “É um levantamento primário que fizeram, apontando que precisariam de mais R$ 2 bilhões para concluir a obra. Pode ser que este valor aumente. Muito do que foi feito na obra, por conta do desgaste natural, vai ter que ser refeito, destruído ou trocado por novo”, destacou. Quando paralisada, a estimativa é que seriam necessários R$ 700 milhões para a construção. 

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.











Plantão

.
25/04/2018 - 12:16   Vereador Ney Bulla, é eleito vice presidente da Câmara de Itaporã
25/04/2018 - 11:20   Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 3 milhões nesta quarta-feira
25/04/2018 - 11:00   STF tira de Moro trechos de delação da Odebrecht sobre Lula
25/04/2018 - 10:57   Célia Frota, é a primeira mulher a presidir a câmara municipal em toda história de Itaporã
25/04/2018 - 10:40   Rodada desta quarta tem Champions, Libertadores e Copa do Brasil
25/04/2018 - 10:20   Publicados editais para seleção de eventos geradores de fluxo turístico voltados para OSCs e prefeituras
25/04/2018 - 10:00   Agrinho 2018 levará a alunos de escolas públicas conhecimento sobre preservação das águas
25/04/2018 - 09:40   Agropecuária de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso mantém força e segura crescimento do PIB
25/04/2018 - 09:39   Vereadora Célia Frota eleita nova presidente da câmara para o biênio 2019/2020
25/04/2018 - 09:20   Polícia Militar homenageia autoridades civis e militares que contribuíram com a instituição
25/04/2018 - 09:00   Previsão indica que tempo continua seco com temperaturas altas
25/04/2018 - 08:40   Campanha de vacinação contra a febre aftosa começa na próxima terça-feira
25/04/2018 - 08:20   Motorista de aplicativo tem carro roubado por bandido armado na Vila Nhanhá
25/04/2018 - 08:00   Articulador da morte de advogado é condenado a 15 anos de prisão
25/04/2018 - 08:00   Motorista embriagado invade creche e deixa 7 crianças feridas em SC
25/04/2018 - 07:40   Milho pode ter perdas de 200 mil toneladas com seca em Mato Grosso do Sul
25/04/2018 - 07:33   Idoso é preso suspeito de estuprar sobrinha-neta de 9 anos
25/04/2018 - 07:20   Depois de dois anos em casas condenadas, moradores se recusam a abandoná-las
25/04/2018 - 07:01   Com quatro mortes em MS, busca por vacina contra a gripe é intensa
24/04/2018 - 21:26   Judô de Itaporã Conquista 2 medalhas de ouro no Campeonato Brasileiro Região IV
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!