Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017





UFN3 deverá ser retomada em março ao custo de R$ 2 bilhões
Com 80% das obras concluídas, valor seria necessário para colocar fábrica em operação


12 de Outubro de 2017 - 08:41           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

As obras da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados  da Petrobras em Mato Grosso do Sul, abandonadas há três anos, devem ser retomadas até março do próximo ano e deverão custar, ao novo comprador, um investimento extra de R$ 2 bilhões para concluir o projeto. A construção parou em dezembro de 2014, quando a estatal rompeu contrato com o consórcio até então responsável, composto pelas empresas Galvão Engenharia – denunciada na Lava-Jato – e Sinopec.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Três Lagoas, Antônio Luiz Teixeira Empke Júnior, a expectativa é que tanto a conclusão do processo de venda quanto a retomada efetiva da construção corram no primeiro trimestre do próximo ano. “Está sendo feito todo um planejamento estratégico para essa venda. Então, a nossa expectativa é que até março ocorra a retomada da obra. Está sendo feito um planejamento estratégico para que a venda e retomada se concretize”, destacou.

No entanto, os quase três anos de paralisação aumentaram o custo do projeto. Quando paralisada, estimava-se que a obra, com 80,95% do projeto executado, havia consumido em torno de R$ 3 bilhões – dos R$ 3,2 bilhões previstos inicialmente. Agora, explicou o secretário,  serão necessários mais R$ 2 bilhões para concluir o projeto. “É um levantamento primário que fizeram, apontando que precisariam de mais R$ 2 bilhões para concluir a obra. Pode ser que este valor aumente. Muito do que foi feito na obra, por conta do desgaste natural, vai ter que ser refeito, destruído ou trocado por novo”, destacou. Quando paralisada, a estimativa é que seriam necessários R$ 700 milhões para a construção. 

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.











Plantão

.
19/10/2017 - 22:50   Vereadora Lourdes Struziati visita gabinete deputado Pedro kemp e João Grandão
19/10/2017 - 21:25   Cavalo morre enforcado ao tentar beber água em córrego
19/10/2017 - 17:36   Sanesul de Itaporã comunica que faltará água em 13 bairros nesta sexta-feira
19/10/2017 - 16:50   Itaporã: chuva chega após tempestade de Terra amenizando o calor
19/10/2017 - 14:31   Ventania derruba árvore e destrói Blazer comprada há uma semana em Dourados
19/10/2017 - 14:22   Nova série da Netflix, ´O Justiceiro´ ganha data de estreia
19/10/2017 - 14:17   Com estoque quase zerado, Hemosul necessita de sangue O positivo e negativo
19/10/2017 - 14:14   Após briga em banho de sol, lutador e Nando podem ser transferidos de presídio
19/10/2017 - 14:09   Águas Guariroba está entre as 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil
19/10/2017 - 14:05   Casal é detido por dar aulas de crossfit sem autorização do Conselho
19/10/2017 - 14:02   Deputados cogitam liminar para retorno dos abates em frigoríficos no Estado
19/10/2017 - 13:58   Manifestantes tentam entrar na Assembleia com faca, bebida e explodem bomba
19/10/2017 - 13:54   Corrêa garante que CPI vai entrar com liminar para retomada de abates
19/10/2017 - 13:51   Suspeito de abusos sexuais oferecia presentes para menores
19/10/2017 - 13:46   Novo trecho do macroanel rodoviário ligará saídas de Cuiabá e Rochedo
19/10/2017 - 12:59   Em Itaporã tempestade de terra deixa município em Alerta
19/10/2017 - 10:08   Batata e alface registram menores preços nas gôndolas
19/10/2017 - 10:00   Estudante de medicina é presa levando ossada para envernizar em chácara
19/10/2017 - 09:38   Jornalista é preso em flagrante depois de receber R$ 7 mil de prefeito
19/10/2017 - 09:33   Lutador que matou hóspede e Nando trocam agressões em presídio
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!