Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quarta-feira, 25 de Abril de 2018





Senado aprova projeto que dá mais poder a delegados na Maria da Penha



11 de Outubro de 2017 - 14:00           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

O Senado aprovou ontem (10) um projeto que altera a lei Maria da Penha e traz uma série de especificações sobre atendimento à mulher vítima de violência doméstica.

O texto depende agora da sanção do presidente Michel Temer para entrar em vigor.

Um dos principais pontos de mudança na lei é que a partir de agora, medidas protetivas de urgência podem ser concedidas pelo delegado de polícia. Pela legislação em vigor atualmente, essa era uma atribuição do juiz.

A transferência de competência da Justiça para a autoridade policial gerou controvérsias.

Associações de defesa dos direitos das mulheres falam em inconstitucionalidade do projeto, o que pode gerar questionamentos na Justiça. Pela Constituição, só o Judiciário pode decidir sobre medidas que tratam de direitos, como o de ir e vir.

Argumentação semelhante é apontada pela magistratura, que alega que a determinação de um delegado não tem força judicial.

Já delegados contestam e dizem que muitas mulheres hoje sofrem para ter acesso a medidas de proteção e acabam mais tempo sob risco de uma nova agressão.

Segundo o projeto, a concessão de medidas protetivas ocorreria diante de situações de risco iminente à vida e integridade física e psicológica da mulher. Nesses casos, o delegado poderia conceder a medida, desde que o juiz seja comunicado em até 24 horas. Em seguida, caberia ao magistrado manter ou rever a decisão.

O Ministério Público também deverá ser consultado sobre a questão no mesmo prazo.

O projeto também inclui o direito a atendimento policial "especializado e ininterrupto" e realizado preferencialmente por profissionais do sexo feminino. O texto também reforça a necessidade de que os Estados e o Distrito Federal priorizem a criação de delegacias especializadas no atendimento à mulher.

A proposta é de autoria do deputado Sergio Vidigal (PDT-ES) e foi relatada pela senadora Simone Tebet (PMDB-MS), que lembrou que nesta terça é comemorado o Dia Nacional de Luta contra a Violência à Mulher.

Tebet citou dados do institutoDatafolha e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que indicam que mais de 50% das mulheres não denunciam a violência sofrida. Além disso, 43% das agressões ocorrem dentro da residência da vítima e 61% das agressões são feitas por pessoas conhecidas da mulher.

A lei foi aprovada após dez anos da Lei Maria da Penha.

MARIA DA PENHA

O que é:
Criada em 2006, a Lei Maria da Penha estabelece que violência doméstica -física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral- é crime;
Medidas protetivas:
A lei prevê que a Justiça conceda medidas para garantir a proteção das vítimas, em até 48h após a notificação da agressão;
Algumas delas:
> Afastamento do lar;
> Limite de aproximação e proibição de contato com vítima, familiares e testemunhas;
> Proibição de presença em determinados locais;
> Restrição de visitas aos dependentes menores.











Plantão

.
25/04/2018 - 12:16   Vereador Ney Bulla, é eleito vice presidente da Câmara de Itaporã
25/04/2018 - 11:20   Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 3 milhões nesta quarta-feira
25/04/2018 - 11:00   STF tira de Moro trechos de delação da Odebrecht sobre Lula
25/04/2018 - 10:57   Célia Frota, é a primeira mulher a presidir a câmara municipal em toda história de Itaporã
25/04/2018 - 10:40   Rodada desta quarta tem Champions, Libertadores e Copa do Brasil
25/04/2018 - 10:20   Publicados editais para seleção de eventos geradores de fluxo turístico voltados para OSCs e prefeituras
25/04/2018 - 10:00   Agrinho 2018 levará a alunos de escolas públicas conhecimento sobre preservação das águas
25/04/2018 - 09:40   Agropecuária de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso mantém força e segura crescimento do PIB
25/04/2018 - 09:39   Vereadora Célia Frota eleita nova presidente da câmara para o biênio 2019/2020
25/04/2018 - 09:20   Polícia Militar homenageia autoridades civis e militares que contribuíram com a instituição
25/04/2018 - 09:00   Previsão indica que tempo continua seco com temperaturas altas
25/04/2018 - 08:40   Campanha de vacinação contra a febre aftosa começa na próxima terça-feira
25/04/2018 - 08:20   Motorista de aplicativo tem carro roubado por bandido armado na Vila Nhanhá
25/04/2018 - 08:00   Articulador da morte de advogado é condenado a 15 anos de prisão
25/04/2018 - 08:00   Motorista embriagado invade creche e deixa 7 crianças feridas em SC
25/04/2018 - 07:40   Milho pode ter perdas de 200 mil toneladas com seca em Mato Grosso do Sul
25/04/2018 - 07:33   Idoso é preso suspeito de estuprar sobrinha-neta de 9 anos
25/04/2018 - 07:20   Depois de dois anos em casas condenadas, moradores se recusam a abandoná-las
25/04/2018 - 07:01   Com quatro mortes em MS, busca por vacina contra a gripe é intensa
24/04/2018 - 21:26   Judô de Itaporã Conquista 2 medalhas de ouro no Campeonato Brasileiro Região IV
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!