Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Quarta-feira, 12 de Dezembro de 2018





Por melhorias no serviço, motoristas da Uber protestam em Campo Grande
O serviço corre risco de se tornar inviável, alertam trabalhadores


13 de Janeiro de 2018 - 11:42           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

Por melhorias no serviço, motoristas da Uber protestam em Campo Grande

 
 

Em protesto por melhores condições de trabalho, cerca de 50 motoristas do aplicativo Uber ser reuniram na manhã deste sábado, nos altos Afonso Pena, em Campo Grande. A categoria cobra aumento na taxa repassada pela empresa e mudança nos critérios de avalição do serviço, além de incentivo por parte do poder público para a instalação de mais locadoras de automóveis na cidade, medida que aumentaria a concorrência e diminuiria o preço do aluguel.

Segundo Paulo Pinheiro, presidente da Associação dos Parceiros em Aplicativos de Transportes de Passageiros e Motorista Autônomos de Mato Grosso do Sul (Applic/MS), a tarifa repassada aos condutores está congelada há 15 meses. Não bastasse os tributos para manutenção do veículo, os trabalhadores ainda lidam com aumento do custo de combustível, dos planos de telefonia móvel para uso de internet e peças de manutenção mais caras. "O serviço corre risco de se tornar inviável", explicou.

Atualmente, a bandeira do Uber está escalonada da seguinte forma: a partida inicial custa R$ 2,50, com adicional de R$ 1,10 por quilômetro rodado ou R$ 0,15 centavos por minuto. "Diante deste cenário, o ideal seria que houvesse aumento para pelo menos R$ 3 por partida, R$ 1,27 por quilômetro rodado e R$ 0,30 centavos o minuto. A empresa alega que a taxa está em dia, mas parece desconhecer a realidade do motorista", disse Paulo.

Ele lembra ainda que muitos motoristas utilizam veículos alugados e, em média, pagam R$ 1.600 às locadoras. "Não há incentivo para locadoras. Se o Governo do Estado ou até mesmo a prefeitura atraíssem estas empresas, haveria mais concorrência, preço mais baixo e ao mesmo tempo mais dinheiro circulando na cidade".

Outro ponto que causa descontentamento entre os trabalhadores é referente às avalições. Ou seja, cada motorista cadastrado recebe uma nota pelo serviço prestado. Entretanto, somente usuários avaliam os motoristas. Quanto pior a nota, maior o risco de exclusão do serviço. Até o momento, não é possível avaliar usuários. "Deveria haver uma via de mão dupla, pois muita coisa acontece em uma viagem", pontuou Paulo, justificando que os passageiros nem sempre são coerentes nas avaliações. "Isso nos prejudica".











Plantão

.
12/12/2018 - 19:26   Adolescente morre afogado durante banho com amigos em lagoa
12/12/2018 - 19:23   Delegado e vereadora de Itaporã propõe conscientização sobre violência doméstica e sexual
12/12/2018 - 16:52   Encontro discute combate à violência contra a mulher nos municípios de fronteira
12/12/2018 - 16:50   Murilo e Geraldo são cotados para assumir secretarias no governo Azambuja
12/12/2018 - 16:39   Homem rodeado por jacarés é resgatado de riacho em MS
12/12/2018 - 16:05   Catedral de Campinas celebra missa em homenagem às vítimas de ataque
12/12/2018 - 15:35   Dani Calabresa e Marcelo Adnet posam juntos em especial de humor
12/12/2018 - 14:38   PMA autua fazendeiro em R$ 13 mil por incêndio em vegetação de desmatamento ilegal pelo qual já havia sido autuado
12/12/2018 - 11:00   Crescem as exportações de arroz brasileiro
12/12/2018 - 10:46   Cardápio saboroso para esta quarta-feira, 12/12, no Restaurante e Choperia Reis dos Espetos
12/12/2018 - 10:40   PMA autua dois em fazenda com capivara que tinham acabado de abater a tiros em trator
12/12/2018 - 10:20   Sem sucesso: bandidos tentam furtar agência bancária, alarme dispara e ladrões saem correndo
12/12/2018 - 10:00   Com energia cortada, jovem vence olimpíada de matemática estudando com luz de poste
12/12/2018 - 09:27   Copasul 40 anos: Grande evento reuniu cooperados e fundadores em Naviraí
12/12/2018 - 09:02   Com prisão decretada desde setembro, Dado Dolabella é considerado foragido da Justiça
12/12/2018 - 09:00   Senai de Três Lagoas está com matrículas abertas para 300 vagas em 6 cursos técnicos
12/12/2018 - 08:58   Campanha de vacinação do Sesi imunizou 13,4 mil trabalhadores de indústria em 2018 no Estado
12/12/2018 - 08:40   Desembargadora Tânia Borges é alvo de novo processo no CNJ
12/12/2018 - 08:26   Rotary Club e Sicredi de Itaporã fazem entrega de equipamentos ao Hospital Municipal
12/12/2018 - 08:21   Mãe tenta vender virgindade da filha de 13 anos na Internet por quase 100 mil reais
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!