Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017





‘Não adianta ficar no espírito do faz de conta’, diz Reinaldo sobre reforma da Previdência
Governador afirma que mudanças irão preservar direitos adquiridos


13 de Novembro de 2017 - 15:58           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

‘Não adianta ficar no espírito do faz de conta’, diz Reinaldo sobre reforma da Previdência

 
 

Em entrevista à imprensa, o governador Reinaldo Azambuja deu um recado para quem é contra a reforma da Previdência de Mato Grosso do Sul. Ele afirmou, nesta segunda-feira (13), que não adiantar fingir que não existe um rombo nas contas. O chefe do Executivo entregou resfriadores de leite no Cepaer (Centro de Pesquisa e Capacitação da Agraer), na rodovia MS-010, em Campo Grande.

O governador disse que as mudanças preservam os direitos. Ele afirmou ainda que se a reforma não for aprovada, em “curtíssimo prazo”, poderá haver problemas nos pagamentos de pensionistas e inativos.

“Em curtíssimo prazo poderemos ter problemas em pagamento de pensionistas e inativos. Então, eu acho que isso aí, primeiro, não tira direito de ninguém, unifica os fundos, cria uma estabilidade, dá uma segurança futura para o recebimento, aumenta a alíquota tanto do ativo e inativo como do patronal para a gente atingir o equilíbrio necessário para cumprir com as obrigações. Não adianta a gente ficar no espírito do faz de conta. A pessoa contribui por anos e chega no momento da aposentadoria e muitas vezes não tem o recurso, como está acontecendo em inúmeros estados”, afirmou.

Reinaldo Azambuja declarou ainda que a reforma não foi feita para o governo, mas para o Estado, garantindo a segurança do recebimento da aposentadoria. “Hoje de manhã mesmo vi matérias a nível nacional de quatro grandes estados que não estão conseguindo pagar aposentados e pensionistas. Isso está sendo recorrente. Para que isso não aconteça no futuro em Mato Grosso do Sul estamos fazendo, preservando os direitos, mas criando um equilíbrio previdenciário para a segurança dos próprios servidores”.

A reforma da Previdência já está na Assembleia Legislativa. São dois projetos. A contribuição passará de 11% para 14%, no caso dos servidores, e de 22% para 28%, para a classe patronal. Nos cálculos do governo, com a aprovação dos textos o déficit previdenciário mensal irá cair de R$ 83,7 milhões para R$ 48,6 milhões - número 41% menor. O anúncio do aumento das alíquotas foi recebido com críticas pelos sindicatos dos servidores.


midiamax











Plantão

.
18/11/2017 - 12:25   PM flagra viajante do tempo que alerta para invasão alienígena em MS
18/11/2017 - 11:47   Assembleia Marina critica revogação da prisão de deputados do RJ
18/11/2017 - 11:42   Governo anuncia liberação de R$ 7,5 bilhões para gastos dos ministérios
18/11/2017 - 11:40   Em 2018, Mundial de surfe terá etapa em piscina de ondas de Kelly Slater
18/11/2017 - 11:32   Governo federal descontingencia R$ 7,5 bilhões do Orçamento
18/11/2017 - 11:29   Pagamento do PIS movimenta R$ 14 milhões no Estado
18/11/2017 - 11:27   Corpo de homem é encontrado carbonizado dentro de carro
18/11/2017 - 10:59   Exército mata dois e fere suspeito perto de instalação militar no Rio
18/11/2017 - 10:42   Tênis Melo e Kubot se classificam para decisão do ATP Finals
18/11/2017 - 10:38   Projeto escolar de Campo Grande ensina igualdade das diferenças
18/11/2017 - 10:15   Homem é morto com tiro na cabeça e polícia investiga o caso
18/11/2017 - 10:00   Aniversariante: Hoje os parabéns vai para a princesinha Silveni Nonato
18/11/2017 - 09:40   Corinthians quer tratar renovação de Danilo na próxima semana
18/11/2017 - 09:07   Com bebê no colo, adolescente é vítima de tentativa de estupro
18/11/2017 - 08:58   Tráfico Dois são presos com mala contendo 12 kg de maconha
18/11/2017 - 08:45   Everson Barros era foragido e foi preso no bairro Santo Eugênio
18/11/2017 - 08:19   Justiça marca audiência sobre morte e estupro de Kauan
18/11/2017 - 07:20   Odilon fecha as portas para aliança com outros partidos na sucessão
18/11/2017 - 07:00   Indignada com acidente da filha moradora de Itaporã promove abaixo-assinado
17/11/2017 - 15:05   Governo tenta liberação de R$ 30 milhões da União para custeio da Santa Casa
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 8171-8561 - Mande um whats!