Contato: (67) 98186-1999 - Mande um whats!
Home | Notícias | Fotos | Vídeos | Anúncie | Contato

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018





Caças da FAB interceptam mais de 150 aviões em voos suspeitos
Voos clandestinos, um dos meios de transporte do tráfico, tiveram redução de 80%


13 de Outubro de 2017 - 08:40           principal  |  imprimir - Enviar Materia

 

 
 

O tráfego aéreo clandestino nas regiões brasileiras de fronteira, especialmente com a Bolívia e o Paraguai, principal meio de transporte para grandes carregamentos de cocaína, sofreu uma redução de 80%, o que implica também em uma diminuição dessa modalidade de tráfico. A informação é da Força Aérea Brasileira (FAB), que realiza ações de patrulhamento do espaço aéreo, entre elas etapas da Ostium, operação iniciada em março.

De acordo com informações da FAB, até o momento, foram efetuadas cerca de 150 interceptações de aeronaves em voos suspeitos. Aviões de caça, helicópteros e outros são empregados com o objetivo de coibir voos irregulares que possam estar ligados a crimes como o narcotráfico, sobre fronteiras, além de ajudar no monitoramento de deslocamentos terrestres por estradas vicinais.

Uma das interceptações executadas pelos caças da FAB, em junho, permitiu a apreensão de um avião que transportava 653 quilos de cocaína. Uma aeronave Super Tucano A-29, que decolou da Ala 5 (antiga Base Aérea de Campo Grande), fez a interceptação do voo em Mato Grosso. 

O aparelho transportava entorpecente a partir da Bolívia, e no Brasil foi carregado em fazenda no município de Campo Novo de Parecis (MT). O destino era Santo Antônio Leverger, mas o caça que partiu da Capital fez a interceptação. O piloto militar chegou a fazer disparo de advertência. O pouso só aconteceu em uma fazenda no município de Jussara (GO). 











Plantão

.
20/08/2018 - 23:27   APAE de Itaporã abre a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla
20/08/2018 - 22:49   Uma mulher foi presa e acusada de embriaguez ao volante em Itaporã
20/08/2018 - 16:39   Carreata do Zé Gotinha alerta sobre importância da vacinação infantil
20/08/2018 - 16:25   MPE pede que TSE recuse candidatura de Lula: ´Está inelegível´
20/08/2018 - 16:16   TRE-MS disponibiliza sistema para denúncias de práticas eleitorais ilegais
20/08/2018 - 16:15   Menina denuncia padrasto após estupros em série
20/08/2018 - 16:14   Fechamento de fronteira com Venezuela é impensável, diz Etchegoyen
20/08/2018 - 16:13   Baixa procura faz aérea cancelar voo entre Campo Grande e Assunção
20/08/2018 - 16:08   Estudante assassinada no Paraguai é filha de ex-prefeito no MT
20/08/2018 - 15:40   Governo define medidas para solucionar entrada de venezuelanos em Roraima
20/08/2018 - 14:35   Mais de 500 candidatos usam títulos religiosos no nome de urna
20/08/2018 - 14:05   Papa apela a católicos que ajudem a combater abusos
20/08/2018 - 13:56   Exército diz que 1,2 mil venezuelanos saíram do Brasil após violência
20/08/2018 - 13:45   Sicredi celebra 30 anos com festa para família no Belmar Fidalgo na véspera do aniversário da Capital
20/08/2018 - 13:35   Plano econômico de Nicolás Maduro entra em vigor na Venezuela
20/08/2018 - 13:03   Acusado da morte de Elvis Neguinho tem prisão preventiva decretada
20/08/2018 - 12:50   Felipe Fraga e Ricardo Zonta foram os ´nomes´ da sétima etapa da Stock Car
20/08/2018 - 12:35   Polícia apreende 800 mil maços de cigarros km 21 da BR-463 em Dourados
20/08/2018 - 12:25   Rauali Kind Mascarenhas é o novo Delegado de Policia Civil em Itaporã
20/08/2018 - 12:20   Alckmin pode perder tempo de propaganda na TV e rádio
 
 


















Itapora Agora - Onde a Noticia Acontece

(67) 98186-1999 - Mande um whats!